Cidades

Evento Bienal do Rio de Janeiro tem ‘stand para colorir’

Um hobby das crianças que ganhou adeptos de todas as idades chegou à Bienal. A febre por livros de colorir se espalhou pelos stands ganhando até mesmo as paredes de pelo menos um deles. No primeiro dia de evento da 17ª Bienal, nesta quinta-feira (3), o espaço de uma fabricante de lápis ficou apertado para tantos fãs da pintura. Em vez de livros, os protagonistas eram as canetinhas e as paredes, que serviam de papel.

As estudantes de São Gonçalo Loren Aguiar e Bianca Marques se separaram dos colegas de turma para deixarem seus dons artísticos fluírem. "Tenho uma sobrinha de quatro anos que adora livros de pintura. O pai dela compra vários, mas, no final das contas, acaba que toda a família passa o dia pintando", diverte-se Bianca, de 18 anos.

Prova de que a mania não é exclusiva de crianças e adolescentes, a professora Ruth Cordeiro, de 60 anos, dá aula de todas as matérias no ensino fundamental aos pequenos, mas é ela mesma a fã dos livros de colorir.

"Tenho o (best-seller) Jardim Secreto e estou adorando, é bom para desestressar. Quando passei aqui tive que parar. Em uma parede como essa fica ainda mais legal", conta.

As obras conhecidas como anti-estresse representaram um faturamento de mais de R$ 25 milhões em seis meses e, segundo especialistas, foi uma das responsáveis por salvar o mercado editorial brasileiro.

Bienal vai até 13 de setembro
A 17ª edição da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro abre as portas nesta quinta-feira (3), reunindo mais de 200 autores autores brasileiros e estrangeiros, estreantes e experientes, de diversos estilos. Entre os principais destaques está a atenção dada à literatura jovem, que reúne nomes consagrados como Thalita Rebouças, até estreantes como Pathy dos Reis, que ficou conhecida no YouTube.

Fonte: G1

Redação

About Author

Reportagens realizada pelos colaboradores, em conjunto, ou com assessorias de imprensa.

Você também pode se interessar

Cidades

Fifa confirma e Valcke não vem ao Brasil no dia 12

 Na visita, Valcke iria a três estádios da Copa: Arena Pernambuco, na segunda-feira, Estádio Nacional Mané Garrincha, na terça, e
Cidades

Brasileiros usam 15 bi de sacolas plásticas por ano

Dar uma destinação adequada a essas sacolas e incentivar o uso das chamadas ecobags tem sido prioridade em muitos países.