Nacional

Vacina contra a dengue pode estar disponível em 2018

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse hoje (13) que a vacina contra a dengue pode estar disponível em 2018 no país, “se tudo der certo nas pesquisas que os cientistas estão fazendo”. Segundo ele, o governo aguarda o desenvolvimento de uma vacina que seja segura para a população. Chioro informou que o Instituto Butantã, em São Paulo, e a Fundação Oswaldo Cruz, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, são os dois polos brasileiros que estão investigando a vacina de maneira avançada.

“Não há expectativa imediata. E insisto, se tudo der certo nas pesquisas. Porque vacina contra doença viral e, no caso da dengue, contra quatro sorotipos diferentes, nós vamos ter que esperar um avanço e se conseguirmos [isso] não tenha dúvida de que o governo, o Ministério da Saúde vai trazer mais uma vacina para os brasileiros”, acrescentou.

Segundo o ministro, o Brasil conta com as 14 vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde, e as vacinas contra o HPV, a hepatite A, a difteria e tétano acelular para gestantes foram as últimas a serem incorporadas ao calendário vacinal.

Arthur Chioro participou hoje do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços, para divulgar a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, que começa no próximo sábado (15) – Dia D da vacinação – e vai até 31 de agosto.

A meta do ministério é imunizar 12 milhões de crianças, de seis meses a 5 anos incompletos, contra a paralisia infantil. Ele ressaltou que não há hipótese de faltar vacina e que 18 milhões de doses foram distribuídas em todo o Brasil.

Fonte: Agência Brasil

Redação

About Author

Reportagens realizada pelos colaboradores, em conjunto, ou com assessorias de imprensa.

Você também pode se interessar

Nacional

Comissão indeniza sete mulheres perseguidas pela ditadura

“As mulheres tiveram papel relevante na conquista democrática do país. Foram elas que constituíram os comitês femininos pela anistia, que
Nacional

Jovem do Distrito Federal representa o Brasil em reunião da ONU

Durante o encontro, os embaixadores vão trocar informações, experiências e visões sobre a situação do uso de drogas em seus