Cidades

Recompensa é de R$ 2 mil por denúncias sobre rabos de gatos mortos

Para tentar identificar responsáveis pelo surgimento de mais de 500 caudas de animais em terrenos baldios de São Lourenço (MG), o grupo "Patrulha Animal" lançou nas redes sociais uma campanha com recompensa de R$ 2 mil para quem tiver pistas sobre o caso. A Polícia Civil informou que ainda investiga o que pode ter acontecido. O laudo da perícia, que irá confirmar se os rabos realmente são de cães e gatos, deve sair ainda nesta semana.

Segundo a voluntária Denise Lage, a iniciativa do grupo de defesa aos animais tem como objetivo tentar solucionar o caso, que teve início há pouco mais de uma semana, com a descoberta dos rabos dos felinos e até de cachorros. Os primeiros restos de animais foram localizados na terça-feira (18), quando cerca de 150 rabos foram encontrados em um bairro da cidade. A partir daí, mais caudas começaram a aparecer em outros pontos do município. Até o fim da semana foram encontradas outros 400 rabos.

“Nós ainda não temos nenhuma pista do que aconteceu. Estamos fazendo esta campanha para tentar descobrir, porque é um caso muito diferente, muito curioso. Inclusive, além dos R$ 2 mil que dispusemos entre os voluntários, fizemos uma caixinha fechada e lacrada no brechó, para aumentar ainda mais a recompensa e incentivar as denúncias”, declarou Denise.

De acordo com ela, todas as denúncias estão sendo levadas à Polícia Civil, que segue com as investigações. Para Denise, a medida pode facilitar o diálogo. “Tem algumas pessoas que são muito tímidas, muito humildes e que não tem coragem de procurar a delegacia para prestar uma queixa, mas, quem sabe conosco, com a comunidade, seja mais fácil da pessoa se abrir e ainda tem a questão da recompensa”, acrescentou.

Ainda segundo Denise, a suspeita é de que exista na cidade um criadouro de gatos e cães que seriam sacrificados para o comércio da carne. “Quem está fazendo isso, está fazendo isso de forma comercial. É para obter alguma vantagem financeira. São muitos rabos, muitos animais. Acho improvável que tenha sido só um descarte, porque ninguém viajaria com estes restos de bichos dentro do carro. O odor é muito forte. Imagino que seja gente de São Lourenço que esteja matando”, disse a voluntária.

Veterinário diz que rabos também são de cachorros

Ao contrário do que se acreditava, os rabos encontrados em terrenos de São Lourenço não seriam somente de gatos. Segundo o médico veterinário Maílson Massahud, há também rabos de cães no material que foi encontrado.

"A anatomia da cauda é diferente, do cão e do gato. A pelagem, o comprimento. A gente analisando dá pra saber mais ou menos a espécie que foi encontrada", afirmou o veterinário.

Churrasco ou ritual
Já a Polícia Civil, embora não tenha revelado novidades na investigação, trabalha com a hipótese de que os bichos tenham sido mortos para a comercialização de churrasco durante a "Festa de Agosto", que aconteceu no dia 15 de agosto na cidade. Outra possibilidade é de que os animais possam ter sido sacrificados em rituais de seitas religiosas.

Em nota, a Prefeitura de São Lourenço negou que o caso tenha ligação com a "Festa de Agosto" e a comida servida no evento e disse ainda se tratar de um crime ambiental. A administração também informou que não recebeu denúncias sobre desaparecimento de animais na cidade. Já a Polícia Militar do Meio Ambiente registrou um boletim de ocorrência e informou acreditar que os animais não sejam do município.

Fonte: G1

Redação

About Author

Reportagens realizada pelos colaboradores, em conjunto, ou com assessorias de imprensa.

Você também pode se interessar

Cidades

Fifa confirma e Valcke não vem ao Brasil no dia 12

 Na visita, Valcke iria a três estádios da Copa: Arena Pernambuco, na segunda-feira, Estádio Nacional Mané Garrincha, na terça, e
Cidades

Brasileiros usam 15 bi de sacolas plásticas por ano

Dar uma destinação adequada a essas sacolas e incentivar o uso das chamadas ecobags tem sido prioridade em muitos países.