Política

Juiz manda transferir Roseli para o Corpo de Bombeiros

A pedido de sua defesa, a ex-primeira-dama de Mato Grosso, Roseli Barbosa, foi transferida do presídio Feminino Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, para uma das celas femininas existentes no do Corpo de Bombeiros Militar da capital. O recambiamento foi determinado pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Cuiabá, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, ontem. A esposa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) foi presa, na última quinta-feira (20), em São Paulo.

O mandado de prisão preventiva decretado pela juíza titular da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Santos Arruda, foi cumprido por agentes do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco). Ela é apontada como a mentora e líder de uma quadrilha que desviou R$ 8 milhões da Secretaria de Estado de Assistência Social (Setas), pasta que ela comandou por três anos e 11 meses, durante o governo do marido.

Roseli chegou a Cuiabá ainda na noite de quinta-feira em um voo comercial e foi encaminhada ao Presídio Feminino, unidade que não possui cela destinada apenas a detenta com curso superior. Por esta razão, sua defesa ingressou com o pedido de recambiamento nesta sexta-feira e o magistrado deferiu o pedido. O advogado de Roseli destaca que é notório que a ela foi primeira dama de Mato Grosso e secretária de Estado de Trabalho Assistência Social, na gestão 2011/2014.

Por sua vez, o juiz Jorge Rodrigues acatou o pedido uma vez que que o documento juntado aos autos, comprova segundo ele, que Roseli possui curso superior e se encontrava segregada na unidade prisional, na qual não existe cela, destinada apenas a detenta com curso superior. Ela é bacharel em Direito. O magistrado destacou que o recambiamento tem como objetivo “garantir a integridade física e moral” de Roseli. Ele destaca que outra mulheres com curso superior também já foram albergadas nas celas femininas existentes junto à unidade do Corpo de Bombeiros Militar de Cuiabá.

Em sua decisão, o magistrado mandou emitir ofício à Polinter e Gerência de Penitenciárias, ao Ministério Público Estadual (MPE) e à juíza Selma Rosane, responsável pela 7ª Vara Criminal. Ele determinou que a própria decisão fosse utilizada como mandado em virtude do horário em que concedeu o pedido, pois não haveria tempo para expedição de mandado ainda na sexta-feira.

Fonte: Só notícias

A pedido de sua defesa, a ex-primeira-dama de Mato Grosso, Roseli Barbosa, foi transferida do presídio Feminino Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, para uma das celas femininas existentes no do Corpo de Bombeiros Militar da capital. O recambiamento foi determinado pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Cuiabá, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, ontem. A esposa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) foi presa, na última quinta-feira (20), em São Paulo.

O mandado de prisão preventiva decretado pela juíza titular da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Santos Arruda, foi cumprido por agentes do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco). Ela é apontada como a mentora e líder de uma quadrilha que desviou R$ 8 milhões da Secretaria de Estado de Assistência Social (Setas), pasta que ela comandou por três anos e 11 meses, durante o governo do marido.

Roseli chegou a Cuiabá ainda na noite de quinta-feira em um voo comercial e foi encaminhada ao Presídio Feminino, unidade que não possui cela destinada apenas a detenta com curso superior. Por esta razão, sua defesa ingressou com o pedido de recambiamento nesta sexta-feira e o magistrado deferiu o pedido. O advogado de Roseli destaca que é notório que a ela foi primeira dama de Mato Grosso e secretária de Estado de Trabalho Assistência Social, na gestão 2011/2014.

Por sua vez, o juiz Jorge Rodrigues acatou o pedido uma vez que que o documento juntado aos autos, comprova segundo ele, que Roseli possui curso superior e se encontrava segregada na unidade prisional, na qual não existe cela, destinada apenas a detenta com curso superior. Ela é bacharel em Direito. O magistrado destacou que o recambiamento tem como objetivo “garantir a integridade física e moral” de Roseli. Ele destaca que outra mulheres com curso superior também já foram albergadas nas celas femininas existentes junto à unidade do Corpo de Bombeiros Militar de Cuiabá.

Em sua decisão, o magistrado mandou emitir ofício à Polinter e Gerência de Penitenciárias, ao Ministério Público Estadual (MPE) e à juíza Selma Rosane, responsável pela 7ª Vara Criminal. Ele determinou que a própria decisão fosse utilizada como mandado em virtude do horário em que concedeu o pedido, pois não haveria tempo para expedição de mandado ainda na sexta-feira.

– See more at: http://www.sonoticias.com.br/noticia/politica/cuiaba-juiz-manda-transferir-roseli-do-presidio-feminino-para-corpo-de-bombeiros#sthash.urgc54wV.dpuf

Redação

About Author

Reportagens realizada pelos colaboradores, em conjunto, ou com assessorias de imprensa.

Você também pode se interessar

Política

Lista de 164 entidades impedidas de assinar convênios com o governo

Incluídas no Cadastro de Entidades Privadas sem Fins Lucrativos Impedidas (Cepim), elas estão proibidas de assinar novos convênios ou termos
Política

PSDB gasta R$ 250 mil em sistema para votação

O esquema –com dados criptografados, senhas de segurança e núcleos de apoio técnico com 12 agentes espalhados pelas quatro regiões