Cidades

Inmetro testa dez marcas de cerveja sem álcool

Como bebida alcoólica e direção não se misturam, a cerveja sem álcool se tornou uma alternativa cada vez mais popular, por trazer a garantia do mínimo ou nenhum teor alcoólico em seus produtos. Ainda assim, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) avaliou dez marcas de cervejas sem álcool comercializadas no país, sendo seis nacionais e quatro importadas, para verificar o teor etílico. Todas foram aprovadas, o que garante segurança e tranquilidade para quem está ao volante.

O Programa de Análise de Produtos do Inmetro também fez testes com consumidores, utilizando bafômetros e simulando uma Operação da Lei Seca, para avaliar os efeitos de se consumir moderadamente cervejas sem álcool e após dirigir.

Foram aplicados testes em quatro voluntários para cada marca de cerveja e todos os consumidores passaram pelo bafômetro sem acusar nenhuma quantidade de álcool, permanecendo 0,0 mg/l em todos os sopros. Os participantes foram selecionados entre homens e mulheres, com perfis variados em relação ao consumo de álcool, com avaliação dos resultados 15 a 30 minutos após a ingestão.

Os resultados foram divulgados no final de agosto no site do Inmetro e mostram que cervejas com até 0,5% de teor alcoólico podem ser anunciadas como "sem álcool" e que a ingestão moderada deste tipo de produto não provoca alterações no teste do bafômetro. O Inmetro analisou as seguintes marcas: Bavária (0,0%), Brahma (0,0%), Colônia (0,2%), Erdinger (0,4%), Estrella Galicia (0,0%), Itaipava (0,0%), Liber (0,0%), Paulaner (0,4%), Schin (0,0%) e Schneider Weisse Tap 3 (0,3%). Confira o relatório completo do site do Inmetro (aqui).

Assessoria

Redação

About Author

Reportagens realizada pelos colaboradores, em conjunto, ou com assessorias de imprensa.

Você também pode se interessar

Cidades

Fifa confirma e Valcke não vem ao Brasil no dia 12

 Na visita, Valcke iria a três estádios da Copa: Arena Pernambuco, na segunda-feira, Estádio Nacional Mané Garrincha, na terça, e
Cidades

Brasileiros usam 15 bi de sacolas plásticas por ano

Dar uma destinação adequada a essas sacolas e incentivar o uso das chamadas ecobags tem sido prioridade em muitos países.