Economia

Brasil cai em ranking, mas ainda tem um dos maiores juros reais do mundo

O Brasil caiu uma posição em ranking que reúne os juros reais de 40 países. O país foi de oitavo para nono lugar após ter a Selic, taxa básica da economia, reduzida em 0,5 ponto percentual, para 5% ao ano pelo Banco Central (veja no ranking abaixo).

O levantamento é divulgado a cada reunião do Comitê de Política Monetária do BC (Copom) pelo site MoneYou em parceria com a Infinity Asset Management.

A taxa de juros reais toma os juros nominais e subtrai a inflação projetada para os próximos 12 meses.

Em termos nominais, o Brasil fica na sexta colocação, empatado com a Indonésia, e acima de países como China e Colômbia.

A Selic deve cair mais meio ponto na última reunião do Banco Central do ano, em dezembro, para 4,5% ao ano, segundo indicação do Copom no comunicado divulgado nesta quarta-feira (30).

Com o maior juro real do mundo, o México ocupa a primeira posição do ranking, seguido de Índia, Malásia, Indonésia, Argentina, Rússia, Turquia e África do Sul.

As últimas posições ficam com Hungria, Holanda e Reino Unido.

Veja abaixo a lista de países com os maiores juros reais do mundo:

Ranking de juros reais
Chart
Ranking    País    Juro real
1º    México    3,11%
2º    Índia    2,66%
3º    Malásia    2,47%
4º    Indonésia    2,42%
5º    Argentina    2,15%
6º    Rússia    2,04%
7º    Turquia    1,59%
8º    África do Sul    1,55%
9º    Brasil    0,92%
10º    Singapura    0,87%
11º    Filipinas    0,80%
12º    Colômbia    0,72%
13º    Tailândia    0,45%
14º    China    0,38%
15º    Coreia do Sul    0,28%
16º    Canadá    -0,05%
17º    Hong Kong    -0,53%
18º    República Checa    –0,58%
19º    Polônia    -0,59%
20º    Nova Zelândia    -0,69%
21º    Austrália    -0,75%
22º    Japão    -0,76%
23º    Taiwan    -0,79%
24º    Portugal    -0,85%
25º    Grécia    -0,85%
26º    Estados Unidos    -0,87%
27º    Itália    -1,05%
28º    Israel    -1,07%
29º    Espanha    -1,15%
30º    Dinamarca    -1,16%
31º    Suíça    -1,18%
32º    Chile    -1,41%
33º    Suécia    -1,59%
34º    França    -1,63%
35º    Alemanha    -1,73%
36º    Bélgica    -1,83%
37º    Áustria    -1,97%
38º    Reino Unido    -2,40%
39º    Holanda    -2,88%
40º    Hungria    -2,93%
Média geral    -0,22%

Redação

About Author

Reportagens realizada pelos colaboradores, em conjunto, ou com assessorias de imprensa.

Você também pode se interessar

Economia

Projeto estabelece teto para pagamento de dívida previdenciária

Em 2005, a Lei 11.196/05, que estabeleceu condições especiais (isenção de multas e redução de 50% dos juros de mora)
Economia

Representação Brasileira vota criação do Banco do Sul

Argentina, Bolívia, Equador, Paraguai, Uruguai e Venezuela, além do Brasil, assinaram o Convênio Constitutivo do Banco do Sul em 26