CircuitoMT - Edição 661 - page 1

Circulação: Cuiabá - Várzea Grande - Chapada dos Guimarães - Poconé - Primavera do Leste - Rondonópolis - Barra do Garças - Tangará da Serra - Campo Novo do Parecis - Barra do Bugres - S.J. do Rio Claro - Nova Mutum - Lucas do Rio Verde - Sorriso - Sinop - Juína - Juara - Brasília
Ano XI - Edição 661
DE 7 DE DEZEMBRO DE 2017 A JANEIRO DE 2018
R$ 2,00
Diretor de Redação: Persio D. Briante
Em entrevista exclusiva ao
Circuito Mato Grosso
, o
juiz titular do Núcleo de Execuções Penais de Cuiabá,
Geraldo Fidelis, conhecido por colocar tornozeleiras nos
reeducandos e defender a migração de muitos para o regime
semiaberto, traça um panorama de como o sistema está
hoje no Estado. Fidelis defende ainda uma reformulação
no sistema prisional de Mato Grosso antes que ocorra um
colapso na segurança pública, que ele garante estar sendo
“segurada” pelos agentes penitenciários. Fidelis afirma que
em sua Vara 17 mil processos aguardam e dentro das cadeias
“nem o chão dá para se ver” e fala sobre a realidade vivida
nas penitenciárias.
GERALDO FIDELIS
“QUASE 17 MIL PROCESSOS
ESTÃO HOJE NAVARA”
pg
.6
Conheça as instituições que
acolhem deficientes em MT
espaço cidadão
P
an
.3
Juiz entrega dossiê
denunciando irregularidades
sistema prisional
pg
.7
Empresas de micro-ônibus
se retiram de Cuiabá
menos 41 veículos
P
an
.2
Cuiabá renova todo o time
para nova temporada
promessa no esporte
P
g
.5
CASACUIABANA: MOSTRACULTURAL
Este mês a Casa Cuiabana prepara a apresentação cultural
de muitos alunos, profissionais e professores que estudaram
ali no espaço cultural. Com apoio da Secretaria de Estado de
Cultura, o evento idealizado pela professora Paula Campos
será na quinta 14 de dezembro às 20h no
Teatro do Cerrado
Zulmira Canavarros
. Com ingresso solidário, basta levar
2 kg de alimento não perecível no dia do evento. Todos estão
convidados! INFO: (65) 99601 4812. Outras dicas culturais
para seu final de ano você confere aqui no seu semanário
cultural. Boa leitura e um ótimo 2018!
P
g
.8
Bruno Cidade
CC
reprodução
Um novo
Eldorado
para MT
CIRCUITOMATOGROSSO
Mato Grosso está hoje no topo da produção de ouro e
diamantes no país, mas o segmento está em baixa por falta
de regularização de atividades que movimentam até R$ 600
milhões e poderiam gerar impostos importantes para melhorar
a qualidade de vida dos cidadãos do Estado que enfrenta hoje
uma grave crise financeira com reflexos na saúde, educação
e segurança. Hoje, quem mais se beneficia dos minérios do
estado são grandes mineradoras estrangeiras.
Pgs. 4 e 5
TRIBUTAÇÃO MINERAL
1 2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,...20
Powered by FlippingBook