Quinta-Feira, 19 de Janeiro de 2017
EX-BBB

Adriana Sant'Anna interrompe ensaio de fotos para amamentar

Ex-BBB comemorou que voltou a fotografar após 10 meses.

Adriana Sant'Anna interrompe ensaio de fotos para amamentar
 

Adriana Sant'Anna publicou na noite deste sábado, 23, uma foto amamentando o filho Rodrigo, fruto do relacionamento com o também ex-BBB Rodrigão. "E teve gente que interrompeu o trabalho da mamãe hoje. Que alegria. Que delícia de vida. Que delícia de trabalho. Retornei em grande estilo com minhas campanhas. Depois de dez meses sem fotografar. Obrigada bebê da mamãe por se comportar tão bem", escreveu a mamãe coruja na web.

Ainda maquiada para as fotos do ensaio, Adriana publicou também uma comparação de seu rosto com e sem maquiagem. "Mas aí eu te pergunto: 'Pode isso produção? Duas pessoas numa mesma pessoa? Não, não pode", disse ela, se referindo a diferença na aparência.

A ex-BBB  deu à luz Rodriguinho há apenas dois meses mas já vem circulando sua antiga boa forma por aí. Mas engana-se quem pensa que ela voltou a fazer exercícios para perder 15 quilos nos primeiros 20 dias após o parto: “Já recuperei a minha antigo forma física. Não fiz nada além de amamentar. Como ainda quero continuar amamentando, não posso fazer dieta. Eu fiz redução de mama quando era mais jovem e tinha o maior medo de não conseguir amamentar. Estou muito feliz de estar conseguindo”, disse ela ao EGO, que até foi liberada pela médica para voltar a malhar e a fazer alguns tratamentos estéticos.

“Já estou liberada para ir à academia. Mas a verdade é que não estou indo porque corro o risco de perder o leite e porque quero ficar o maior tempo possível com meu bebê”, derrete-se ela, que recorreu à micropigmentação na boca para deixar visual mais bonito e cheio de viço. “A única coisa que estou fazendo para o corpo é drenagem e fiz uma sessão de radiofrequência. Mas a verdade é que fico com preguiça de ir”, diz ela, aos risos. “Estou tendo uma boa alimentação, porque na amamentação a mulher fica muito fraca e gasta muito energia”, resume ela.

Fonte: G1

COMENTAR