PUBLICIDADE

Saúde - Página 205

MT ocupa a quinta posição no Brasil de morte por infarto agudo

Mato Grosso ocupa a quinta posição entre os estados brasileiros onde mais se morre por infarto agudo do miocárdio (IAM). Dados do DataSus, sistema do Ministério da Saúde (MS), revelam que no Estado a incidência de mortes é de 5,63 por 100 mil habitantes.

Mais de 36 mil pessoas querem OSS fora da gestão

Mais de 36 mil pessoas querem que os contratos com as Organizações Sociais de Saúde (OSS) sejam anulados pelo Governo do Estado. As entidades que organizam o abaixo assinado, desde 2012, garantem que o número de assinaturas está crescendo.

Idosa recebe remédio vencido da Farmácia de Alto Custo em MT

Idosa recebe remédio vencido da Farmácia de Alto Custo em MT

Uma aposentada de 63 anos recebeu, da Farmácia de Alto Custo de Cuiabá, duas caixas de medicamentos que estavam vencidos há 8 meses. Maria Dunga Souza só se deu conta da situação após checar a validade do remédio depois das denúncias de que falhas na gestão teriam causado um desperdício de centenas de lotes.

Pronto Socorro de Cuiabá terá R$ 6,6 milhões em investimento

Pronto Socorro de Cuiabá terá R$ 6,6 milhões em investimento

O Secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães, realiza nesta quinta-feira (13) a primeira visita ao Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC). A unidade passa a integrar o S.O.S Emergências, medida que visa desafogar as grandes urgências do país.

Campanha contra paralisia infantil em MT está abaixo da meta nacional

Campanha contra paralisia infantil em MT está abaixo da meta nacional

A campanha de vacinação contra a poliomielite atingiu menos da metade da meta esperada em Mato Grosso. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES) a campanha começou no dia 8 de junho e vai até o dia 21. Conforme o último relatório do Ministério da Saúde, houve uma baixa procura nos postos, sendo considerada abaixo da meta nacional, que é de 80%.

Até religiosos desistem de receber do Governo

Até religiosos desistem de receber do Governo

Em Diamantino, as Irmãzinhas da Imaculada Conceição deixaram a gestão do Hospital São João Batista, que atende 10 cidades da região do Médio Norte com mais de 200 mil habitantes. A falta de repasse dos últimos três meses à instituição de saúde já chega a R$ 1 milhão. Por não ter condições de se manter, o hospital teve as portas fechadas para a população.    De acordo com a congregação, a falta de possibilidade de melhoras tanto de recebimento quanto de condições de trabalho levou a atitude radical.

Caos na saúde pode levar gestores para a cadeia

Caos na saúde pode levar gestores para a cadeia

Enquanto muitos cidadãos morrem esperando por uma cirurgia ou remédios, outros agonizam em corredores de hospitais sem leitos disponíveis. Enquanto mães choram por atendimento para seus filhos, o Estado não ouve esses clamores e simplesmente corta recursos dos municípios da atenção básica de saúde pela metade, com aval da Assembleia Legislativa. Ou repassa recursos milionários a Organizações Sociais de Saúde (OSSs) para gerirem unidades públicas sem resultados que atestem sua eficiência.