PUBLICIDADE
DANDO CONTINUIDADE

Taques determina retomada de obras da Copa do Mundo

Após período de auditoria, obras paradas devem ser retomadas. Governador afirma compromisso de terminar as obras

Da Redação

Equipe

23/02/2015 13h54 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

O governador Pedro Taques anunciou nesta segunda-feira (23.02) que já emitiu a ordem de serviço para a retomada das obras de mobilidade urbana de Cuiabá e Várzea Grande que não ficaram prontas para a Copa do Mundo. A afirmação foi dada durante entrevista ao programa Chamada Geral, da rádio Mega FM.



Taques reiterou o compromisso em terminar os viadutos, trincheiras, duplicações e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Revelou ainda que há algum tempo a empresa contratada para gerenciar as obras do novo modal de transportes vinha apontando diversos erros. 

O governador afirmou que faz auditoria nas obras e que deve cobrar na Justiça a conclusão na forma e na qualidade em que foi contratada. Um exemplo citado é a trincheira que deveria existir na Avenida da FEB, em Várzea Grande, embaixo do Viaduto Isabel Campos (Dom Orlando Chaves). 

O gestor disse que pretende realizar audiências públicas para saber qual será o futuro da obra orçada inicialmente em R$ 1,477 bilhão, mas que deve consumir mais cerca de R$ 500 milhões para sua conclusão. Além disso, será feito um estudo técnico para avaliar a viabilidade do sistema que já está em construção. 



Reforma administrativa

Na entrevista o governador também destacou que vai cortar cerca de 1.400 cargos comissionados no projeto de lei que prevê a reforma administrativa do Estado. A proposta deve ser encaminhada nos próximos dias à Assembleia Legislativa para apreciação dos deputados estaduais. Conforme o governador, a necessidade de cortar os cargos se dá porque o Estado já alcançou o limite de gastos com pessoal que prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  (com assessoria)

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE