PUBLICIDADE
NOVO MANDATO

Waldir Teis deve tomar posse como novo presidente do TCE

Toma posse nesta quinta-feira (2) o conselheiro Waldir Júlio Teis, que foi eleito por unanimidade presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso para o biênio 2014-2015. Também tomam posse os conselheiros José Carlos Novelli, para o cargo de vice-presidente, e Valter Albano, para o cargo de corregedor-geral.

01/01/2014 18h27 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

 
Valter Albano assume pela segunda vez a Corregedoria-Geral do TCE-MT. Em sua primeira gestão á frente da unidade, implementou o Sistema de Gerenciamento de Prazos, produto que recebeu a certificação de qualidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas, o ISO 9001.
 
Albano afirmou que o conselheiro Teis, eleito presidente, "reúne características técnicas fundamentais para estar à frente desta Corte de Contas, e também características pessoais como a humildade e a responsabilidade".
 
O conselheiro e atual presidente do TCE-MT, José Carlos Novelli, assumirá a Vice-Presidência pela terceira gestão e afirmou "colocar toda a sua experiência para contribuir com a consolidação do Plano Estratégico de longo prazo e das metas da nova gestão, liderada pelo conselheiro Waldir Teis".
 
O conselheiro eleito presidente, Waldir Teis, diz que "esta é uma função motivadora e desafiadora, pois o Tribunal de Contas tem alcançado grande evolução nestes últimos anos o que aumenta a minha responsabilidade em manter as conquistas e buscar outras". As gestões anteriores foram ressaltadas por Teis pela sua alta competência em trilhar o caminho da excelência. "No dia em que tomei posse como conselheiro afirmei que me sentia como um pedra bruta e que o dia a dia iria moldar, pois é acredito que o conhecimento é o melhor elemento de aprimoramento", finalizou.
 
Waldir Júlio Teis
 
Empossado em 14 de dezembro de 2007 como conselheiro do TCE, o conselheiro Waldir Júlio Teis é graduado em em Direito pelo Centro de Ensino Superior de Rondonópolis (Cesur). Em suas atividades profissionais, Teis foi auxiliar Administrativo, empresário do setor de contabilidade, assessor Jurídico Tributário e societário do Grupo Amaggi de 1984 a 2002.
 
Na atividade pública foi secretário de Estado de Fazenda entre 2003 e 2007, cargo que deixou para tomar posse como conselheiro do TCE-MT. Desde que assumiu a relatoria de processos do controle externo, realiza, anualmente, reuniões com representantes de órgãos públicos. O encontro tem o intuito de aproximar o TCE-MT dos fiscalizados. Os assuntos selecionados para serem abordados dizem respeito às principais dificuldades identificadas pelo Tribunal de Contas nas gestões anteriores.
 
Gazeta
.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE