PUBLICIDADE
AMBIENTE

Governo espera R$ 9 milhões do STF para incrementar combate às queimadas

Secretária Mauren Lazzaretti diz que o Estado poderá ter acesso facilitado ao dinheiro por efeito do decreto de situação de emergência baixado no início desta semana

Reinaldo Fernandes

Repórter

12/09/2019 12h56 | Atualizada em 12/09/2019 16h59

Governo espera R$ 9 milhões do STF para incrementar combate às queimadas

Reprodução/Nathalia Lorentz

O governo espera ter acesso a R$ 9 milhões para incrementar trabalhos de combate às queimadas. A secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, diz que a quantia está sob a tutela do STF (Supremo Tribunal Federal) e vem de acordos judiciais que envolvem Mato Grosso. O Estado teria o acesso facilitado ao dinheiro por efeito do decreto de situação de emergência baixado no início desta semana.



“O decreto de emergência foi baixado para permitir que possamos aumentar nosso pedido de veículos, aeronaves e instrumentos de combate, também pra a gente possa acessar recursos que estão no âmbito do Judiciário. Estamos trabalhando para acessar recurso que está no STF, já à disposição de Mato Grosso, cerca de R$ 9 milhões”.

Mauren disse ainda que o decreto servirá ao Estado para conseguir recursos de combate paralelamente ao tempo em que ocorrem as queimadas. Há pouco mais de duas semanas, o governador Mauro Mendes conseguiu da União a garantia de auxílio da 13ª Brigada nos serviços de extinção de incêndio, mas ainda não informação da participação dos agentes em Mato Grosso.

“Estamos justificando [o direito de acesso ao recurso] através do nosso planejamento, dessa situação atípica climática, da necessidade do Estado agir para tentar minimizar os efeitos que as queimadas estão acontecendo e também que a gente possa fazer essas contratações, aquisições no tempo em que nós precisamos”.



Clima ruim

Esta semana Mato Grosso teve um pico de temperatura quente, com e ar de fumaça. Desde o fim de semana os termômetros vêm registrando média de temperatura máxima de 40ºC. Conforme o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) a condição deve perdurar até o dia 25 deste mês, para quando há previsão de chuva. No próximo sábado (14), a máxima pode chegar a 42ºC.

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE