PUBLICIDADE
EM BUSCA DE SINTONIA

Mauro Mendes almoça com a base da Assembleia e busca alinhamento de ações

Governador recebeu 17 dos 18 deputados que o apoiam e fez acordo para garantir a participação dos parlamentares em obras em bases eleitorais

Reinaldo Fernandes

Repórter

12/09/2019 07h54 | Atualizada em 12/09/2019 07h58

Mauro Mendes almoça com a base da Assembleia e busca alinhamento de ações

Reprodução/Internet

A base do governo na Assembleia Legislativa conseguiu costurar com o governador Mauro Mendes participação nas obras em andamento no Estado. Ficou acordado que o Executivo incluirá o nome dos deputados na realização das obras lançadas pelo Executivo nas cidades que são bases eleitorais.  



Hoje (11), o governador Mauro Mendes almoçou com 17 dos 18 integrantes da base para alinhar as ações. Romoaldo Junior (MDB) que passou por exame médico foi o único ausente. O encontro serviu para aparar as arestas entre os Poderes, e o acordo de inclusão dos deputados nas ações executivas cobre, ao menos por esse ano, as emendas parlamentares que não serão pagas. 

Conforme o presidente do Legislativo, Eduardo Botelho (DEM), em compensação pela integração dos deputados aos projetos, foi cobrada uma sintonia mais fina dos deputados com os projetos do Executivo. 

“O governo vai integrar a base aos projetos em andamento para os deputados trabalharem integrados com obras que estão sendo executadas. Também foi trabalhada a relação com a base, que precisa ter mais integração com a equipe do governador”.  



Na via de retorno do governo ao Legislativo foi solicitado que haja conversa prévia de representantes da cúpula executiva com a base sobre os projetos de mudanças mais sensíveis. Vale lembrar que o último mais polêmico - a reinstituição dos incentivos fiscais – tramitou em regime de urgência e três substitutivos passaram pela análise dos deputados. Atualmente, o projeto de cota zero para a pesca tem gerado atrito entre os parlamentares. 

“Fizemos o pedido para que os projetos mais importantes sejam melhor discutidos antes de ser encaminhados para Assembleia”, disse Botelho. 

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE