PUBLICIDADE
DISPUTA

Governador Mauro Mendes nega que tenha dívida na saúde com a Cuiabá

Declaração foi feita durante abertura da celebração do Dia da Independência, na manhã de hoje, ao qual o prefeito Emanuel Pinheiro não compareceu

Reinaldo Fernandes

Repórter

07/09/2019 11h14 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Governador Mauro Mendes nega que tenha dívida na saúde com a Cuiabá

Reprodução/Secom

O governador Mauro Mendes negou, neste sábado (7), que o Estado deva recurso da saúde para a Cuiabá. Ele disse que o repasse está em dia e criticou o prefeito Emanuel Pinheiro por “conversa desencontrada”. 



“A gente tem que parar com essas conversas desencontradas, o governo pode mostrar com planilhas que tem dívidas com a prefeitura desde 2016 quando eu era prefeito. Então não tem problema, o Estado viveu algumas dificuldades, mas na nossa administração estamos pagando desde janeiro, 100%, todos os dias os 141 municípios”.  

Mendes fez a abertura do desfile do Dia da Independência no início desta manhã, com presença somente do vice-prefeito da capital, Niuan Ribeiro. A Secretaria de Comunicação da prefeitura informou que o prefeito Emanuel Pinheiro não compareceu à celebração por causa de reunião com sua equipe fiscal. 

Na semana passada, o secretário de Saúde, Luiz Antônio Pôssas notificou a SES (Secretaria de Estado de Saúde) com pedido de informação sobre pagamento de R$ 68 milhões, quantia que teria se acumulado durante a gestão de Pedro Taques (PSDB), de 2015 e 2018. 

A notificação encerrou uma série de críticas do prefeito Emanuel Pinheiro à regularização da dívida. Ele vinha fazem declarações sobre a dívida do Estado dizendo que a SES somente pagou os repasses obrigatórios a partir de 2019 e não tem previsão para saldar os repasses anteriores. 



A disputa em torno dos repasses é mais um episódio da crise entre o governador Mauro Mendes e o prefeito Mauro Mendes. Desde que o Estado assumiu controle da antiga Santa Casa, a relação entre os dois está estremecida. Pinheiro disse que o governo está “entusiasmado” com sua gestão, e Mendes respondeu: “Ele precisa parar de mentir”. 

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE