PUBLICIDADE
SECRETARIADO

Mauro Mendes anuncia nomes para Segurança, Saúde, Educação e mais duas secretarias

Empresário Mauro Carvalho vai comandar a Casa Civil, pasta que aumentará seu poder com a fusão de secretarias extintas

Reinaldo Fernandes

Repórter

06/12/2018 12h23 | Atualizada em 06/12/2018 15h04

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) anunciou nesta quinta-feira (6) o nome de cinco indicados para chefiar secretarias a partir de janeiro de 2019. O empresário Mauro Carvalho vai ficar na Casa Civil, o engenheiro Marcelo de Oliveira “Padeiro” ficará na Infraestrutura, o vereador Gilberto Figueiredo comandará a SES (Secretaria de Saúde), o delegado Alexandre Bustamante, na Segurança Pública. A atual secretária de Educação  Marioneide Angélica Kliemaschewsk, permanece no cargo.

"Esses nomes possuem conhecimento, confiança, capacidade de gestão, entendem do setor e acima de tudo eles têm a vontade de trabalhar para nos ajudar a enfrentar os enormes desafios da próxima gestão", disse Mendes.

Segundo ele, a definição pelos nomes se baseou em critérios que atendem ao interesse público, como a capacidade técnica, conhecimento setorial e o perfil proativo. Os resultados dos trabalhos em andamento na transição de governo são apontados como critério para escolhas.

"As informações que fui recebendo da Comissão de Transmissão me ajudaram a compreender os desafios e planejar os objetivos para Mato Grosso em cada secretaria", pontuou.

Ainda segundo o futuro governador, os grupos da Comissão fizeram um profundo diagnóstico da situação do Estado em todas as áreas, permitindo a Mauro avaliar qual o melhor perfil para o comando das unidades.

Novo quadro

 O número de secretaria passará a 15. A Secid (Secretaria de Cidades), hoje responsável pela administração das Copas do Mundo de 2014, e Casa Civil serão extinguidas totalmente. 

Além de sua própria função exercida hoje, a Casa Civil também ficará responsável pelos assuntos da Secretaria de Desenvolvimento Regional, Gabinete de Governo e a Secretaria de Assuntos Estratégicos. A pasta ainda terá sob sua tutela o Secretaria de Comunicação. 

Outras pastas que serão incorporadas são a de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários que vão se juntar à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).  

A Controladoria Geral do Estado (CGE) ficará responsável pelo Gabinete da Transparência e Combate à Corrupção; a Secretaria de Planejamento será unificada à Secretaria de Gestão, com o novo nome de Secretaria de Planejamento e Gestão. 

Conforme Mauro Mendes, as mudanças foram feitas de acordo com a análise da equipe de transição, para redução das despesas. Hoje, o Estado gastaria mais do que arrecada no mesmo período de referência. 

"Junto com a equipe de transmissão passamos a identificar onde poderemos reduzir gastos, promover cortes, cortar cargos, fundir secretarias. Tudo visando trazer economia aos cofres públicos para sobrar dinheiro em investir naquilo que é mais urgente ao cidadão. É o primeiro passo para a nossa meta de reequilibrar as finanças do Estado", declarou. 

"Essa redução de despesas visa justamente melhorar a qualidade dos serviços prestados. Os valores economizados no custeio da máquina serão revertidos para que possamos equilibrar o caixa e honrar os compromissos do Estado com os servidores, os fornecedores e com o cidadão mato-grossense", complementou. 

Veja a lista de novas secretarias

1 - Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão  (Seplag) 

2 - Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) 

3 - Secretaria de Estado de Cidadania, Assistência Social e Direitos Humanos (Setasdh) 

4 - Secretaria de Estado de Educação (Seduc) 

5 - Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer (Sectel) 

6 - Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) 

7 - Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) 

8 - Secretaria de Estado de Segurança Pública  

9 - Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec) 

10 - Secretaria de Estado de Saúde (SES) 

11 - Secretaria de Estado de Infraestrutura, Logística e Obras Públicas (Sintra) 

12 - Casa Civil 

13 - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico  

14 - Controladoria Geral do Estado (CGE) 

15 - Procuradoria Geral do Estado (PGE)

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE