PUBLICIDADE
LEGISLATIVO

AL derruba veto e mantém doadores de sangue em grupo prioritário de vacinação

Na tribuna, o deputado Mauro Savi (PSB) fez um apelo aos demais colegas ao lembrar sobre a importância deste projeto para salvar vidas

Da Redação

Equipe

13/10/2017 09h45 | Atualizada em 13/10/2017 09h58

AL derruba veto e mantém doadores de sangue em grupo prioritário de vacinação

Fablicio Rodrigues/ALMT

O Projeto de Lei nº 266/2016, de autoria do deputado Mauro Savi (PSB), que prevê a inclusão de doadores regulares de sangue no chamado “grupo de risco” ou “grupo prioritário” em campanhas de vacinação, vai virar lei em Mato Grosso. Na sessão plenária desta terça-feira (10), o veto do governador Pedro Taques (PSDB) foi derrubado pela maioria dos parlamentares.

Na tribuna, o deputado Mauro Savi fez um apelo aos demais colegas ao lembrar sobre a importância deste projeto para salvar vidas.  “Se podemos contar com esses doadores voluntários para salvar vidas, não podemos impedir essas pessoas de receberem as vacinas gratuitamente”, citou.

 “Os doadores de sangue tem que estar com a “saúde em dia” para salvar outras vidas. Nada mais justo que ocorra a inclusão dos doadores regulares de sangue no grupo de risco/prioritário durante as campanhas de vacinações gratuitas em nosso Estado”, observou Savi.

O parlamentar citou ainda sobre a demanda por sangue é crescente devido ao envelhecimento da população e ao aumento da complexidade da medicina. O sangue funciona como um transportador de substâncias de extrema importância para o funcionamento do corpo.

“Eis o motivo precípuo desta matéria. Nada mais justo que ocorra a inclusão dos doadores regulares de sangue no grupo de risco/prioritário durante as campanhas de vacinações gratuitas em nosso Estado”, explica.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o percentual de doadores, em um país, fique entre 3,5% e 5% de sua população. No Brasil esse número é preocupante, pois não chega a 2%. O projeto segue para a sanção do governador Pedro Taques (PSDB).

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE