Mulher rompe relacionamento e acaba morta

Mulher rompe relacionamento e acaba morta

Uma artista plástica foi morta com dois tiros na cabeça. O crime ocorreu na tarde de domingo, em uma chácara na zona sul de Marília. A namorada da vítima foi presa em flagrante, autora do crime passional.

Mulher rompe relacionamento e acaba morta
 


De acordo com informações da PM (Polícia Militar), por volta das 18h, policiais foram acionados para atender uma ocorrência na rua Luis Carlos Dias do Prado, no Recanto dos Nobres, lugar onde uma mulher havia sido atingida na cabeça por disparos de arma de fogo.

No local, policiais visualizaram uma viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que já faziam os primeiros socorros em Sílvia Helena Saraiva Avelino, 52 anos. Posteriormente a vítima foi encaminhada para o HC (Hospital das Clínicas).

Policiais militares entraram em contato com a namorada de Sílvia, a estudante universitária Alessandra Magro Bacelar, 25 anos. Ela disse que saiu para comparar salgados e quando retornou encontrou a namorada sentada em uma cadeira e com ferimentos na cabeça. Ela teria ligado para o Samu relatando o crime ocorrido.

Policiais continuaram perguntando sobre os fatos, e Alessandra acabou contando toda a verdade. A estudante relatou que Sílvia queria terminar o relacionamento amoroso entre as duas e por isso efetuou o disparo.

Após o crime, ela escondeu a arma de fogo, mas levou os policiais até o local e entregou um revólver calibre 32, com uma munição deflagrada e duas picotadas.

A autora do assassinato relatou ainda aos policiais militares, que após efetuar os disparos contra a cabeça da namorada, ela tentou tirar a própria vida, mas não conseguiu porque a arma falhou.

Alessandra foi apresentada no Plantão Policial, onde foi elaborado registro do boletim de ocorrência, sendo encaminhada na manhã desta segunda (29) para a Penitenciária de Pirajuí.

A vítima, Silva Helena não resistiu aos ferimentos e morreu no HC, na manhã desta segunda-feira (29).

Este foi o 12º homicídio ocorrido em Marília, de janeiro até o momento. O último registrado foi no último dia 20, quando o jovem Maycon dos Santos de Oliveira, 20 anos, foi encontrado morto na zona sul da cidade, com ferimentos provocados por pedras, na cabeça.

 

Terra / RedeBomdia

Comentar

ATENÇÃO: PREENCHA TODOS OS CAMPOS PARA QUE SEU COMENTÁRIO POSSA SER ENVIADO. *

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Circuito Mato Grosso. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Circuito Mato Grosso poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.