PUBLICIDADE
10 DIAS DEPOIS DO CRIME

Dupla que espancou PM até a morte após discussão em distribuidora se entrega

O crime ocorreu em Várzea Grande; Roberto Rodrigues de Souza foi atacado pelos agressores com diversos socos e pontapés e morreu ainda no estabelecimento

Da Redação

Equipe

05/08/2021 10h45 | Atualizada em 05/08/2021 11h36

Dupla que espancou PM até a morte após discussão em distribuidora se entrega

Internet

A Polícia Civil cumpriu, na noite desta quarta-feira (4), em Cuiabá–MT, mandados de prisão preventiva contra a dupla que espancou um policial militar até a morte. O crime ocorreu na semana passada, em uma distribuidora de bebidas em Várzea Grande, região metropolitana da Capital, e foi motivado por um desentendimento da vítima com os suspeitos.



Segundo as informações iniciais, Wesdra Victor Galvão de Souza, 29 anos, e Alan Patric Schuller, 27 anos, se apresentaram na sede da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) acompanhado dos seus advogados.

O crime

O crime que vitimou Roberto Rodrigues de Souza, 31 anos, se deu nas primeiras horas de 26 de julho. O policial estava com a esposa quando decidiu parar na distribuidora, na avenida Mário Andreazza, para usar o banheiro. No local, o agente teria tido uma discussão com dois homens e chegaram as vias de fato logo em seguida.



Toda a ação foi registrada por uma câmera de segurança do estabelecimento.

As imagens mostram que o policial tentou acertar um golpe contra um dos suspeitos, mas acabou errando o alvo. Logo depois, a dupla partiu para cima do militar e aplicou diversos socos e pontapés contra a vítima, que caiu desacordada.

Um dos acusados ainda usou uma cadeira para atingir a cabeça de Roberto.

Os suspeitos, que estavam acompanhados de duas mulheres, deixaram a distribuidora em dois veículos de passeio – um Volkswagen Gol e um Chevrolet Onix – logo após a ação.

Quinteto foi preso por auxiliar fuga dos suspeitos

Logo depois da ação contra o agente de segurança, Wesdra e Alan seguiram rumo ao Hipódromo Municipal Francisco Correa de Almeida, em Nossa Senhora do Livramento (37 km de Cuiabá).

A equipe do Grupo de Apoio do 4º Batalhão da PM foi até a região e localizou o carro utilizado pela dupla na fuga atrás de uma casa abandonada.

Dois homens que estavam próximos apresentaram nervosismo ao perceberem a chegada da polícia e, ao serem abordados, disseram que outra pessoa que poderia explicar a situação.

Aos militares, o terceiro homem também apontou que os outros dois envolvidos também ajudaram a dupla a fugir.

Foram apreendidos celulares, a chave do Gol, um documento de identidade de um dos criminosos e uma motocicleta. Segundo os detidos, Wesdra e Alan teriam fugido em uma motocicleta durante a madrugada em direção ao Distrito Ribeirão dos Cocais.



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE