PUBLICIDADE
CAMPO NOVO DO PARECIS

Preso homem que mantinha relações sexuais com garota de 11 anos em MT

O suspeito, de 22 anos, se encontrava com a jovem durante a noite, no momento em que os pais dela estavam dormindo; ele vai responder por estupro de vulnerável

Da Redação

Equipe

07/04/2021 14h09 | Atualizada em 07/04/2021 14h58

Preso homem que mantinha relações sexuais com garota de 11 anos em MT

Reprodução

Um homem de 22 anos foi preso em flagrante pela equipe da Polícia Civil de Campo Novo dos Parecis (396 km a noroeste de Cuiabá) por estupro de vulnerável praticado contra uma criança de 11 anos.



A mãe da vítima procurou a delegacia da Polícia Civil nesta terça-feira (06) e relatou que estava desconfiada de que algo havia ocorrido com a menina, que foi flagrada chegando escondida em casa durante a madrugada, aproveitando o momento em que os pais estavam dormindo. A menina confessou à mãe que havia escondido a chave de casa para poder sair quando todos estivessem dormindo e que estava se encontrando com um homem mais velho, desde o mês de dezembro do ano passado, inclusive mantendo relação sexual.

Além das informações prestadas, a mãe da criança apresentou ao delegado Honório Gonçalves Neto, bilhetes que o suspeito havia enviado à vítima, marcando encontros com a menia durante a noite, em horários em que os pais da garota estavam dormindo.

Com base nas informações relatadas, a equipe da delegacia realizou diligências e identificou o suspeito, que foi preso em flagrante.



O delegado Honório Neto também representou à Justiça pela prisão preventiva do suspeito.

A menina terá acompanhamento especializado e fará depoimento sem dano, conforme previsto na Lei 13.431/2017, que trata do sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente vítima ou testemunha de violência e estabelece, entre outros critérios, a realização de oitiva de criança ou adolescente vítima ou testemunha de violência perante autoridade policial ou judiciária, sem a necessidade de repetir o procedimento, evitando assim a revitimização.

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE