PUBLICIDADE

Polícia - Página 1601

Agentes evitam fuga de 28 presos do Ferrugem em Sinop

Agentes evitam fuga de 28 presos do Ferrugem em Sinop

Agentes penitenciários evitaram que 28 presos, da cela 1, do raio amarelo, do presídio Osvaldo Florentino Leite, o "Ferrugem" escapassem. A tentativa ocorreu, ontem, por volta das 14h30. Conforme boletim de ocorrência, os agentes perceberam uma movimentação estranha na cela durante a visita dos familiares. Devido a isso, uma revista surpresa foi realizada e foi encontrado um princípio de túnel. Seis presos estavam dentro do buraco.

Polícia  divulga balanço de operação com 72 boletins de ocorrências

Polícia divulga balanço de operação com 72 boletins de ocorrências

Valquiria Castil - Da Redação    A “Operação Ocupação” teve inicio na terça-feira (15) pela Polícia Militar (PM) de Rondonópolis (217 km de Cuiabá) que atuou na região da Companhia Aurora. O objetivo principal da operação é combater a criminalidade e maximizar ações ostensivas preventivas com o intuito de reduzir a ação criminosa por parte dos infratores da lei, possibilitando assim o reflexo direto no cidadão através da sensação de segurança.

Advogados de Arcanjo tentam a 'última cartada', antes do julgamento

Advogados de Arcanjo tentam a 'última cartada', antes do julgamento

Faltando quatro dias para o julgamento, o ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, 62 anos, dá a última cartada na tentativa de esquivar-se do banco dos réus pelo assassinato do empresário Domingos Sávio Brandão Júnior, proprietário do Jornal Folha do Estado, e outras quatro ações de homicídios nos quais é apontado como mandante.    Arcanjo, mais uma vez recorreu ao Supremo Tribunal Federal(STF) pedindo a anulação. O júri está marcado para o dia 24, quinta-feira. Como argumento, apresenta a decisão de extradição que o trouxe de Montevidéu, no Uruguai, onde foi preso em 11 de abril de 2003.    Como no documento internacional firmado entre a justiça uruguaia e a brasileira, constam somente o duplo homicídio que teve como vítimas Rivelino Jacques Brunini e Fauze Rachid Jaudy, e a tentativa de homicídio contra Gisleno Fernandes, não poderia sentar no banco dos réus por outras mortes.    Advogado e consultor nesse recurso, Nabor Bulhões, assinala que no tratado constam três crimes: contra o sistema financeiro (evasão de divisa e sonegação de impostos), formação de quadrilha e esses dois homicídios e a tentativa.    Uma quarta acusação listada no documento, lavagem de dinheiro, a justiça uruguaia indeferiu por ser qualificação criminosa atípica, ou seja, sem prevista na legislação do país.    Portanto, argumenta a defesa, o Brasil não tem autorização ou amparo legal para responsabilizar o ex-bicheiro por outros práticas criminosas. E se isso ocorrer, assinala, as sentenças terão de ser anuladas.    Com base no princípio da especialidade ou do efeito limitativo, explica, o país que requer a extradição, no caso o Brasil, se compromete a não processar o extraditando por crime diverso daquele que fundamentou o pedido.    Especialista em Direito Internacional, Nabor Bulhões diz desconhece decisão do Supremo aceitando a realização de julgamento de réus por crimes que não tenham sido objeto da extradição. Se aceitar, diz, está disposto a recorrer à Corte Internacional de Direitos Humanos com denúncia de descumprimento de tratado.    Como exemplo de reversão de casos similares ao de Arcanjo, o especialista cita o comandante Jorge Bandeira, ex-sócio de Paulo César Farias(PC Farias), tesoureiro do presidente deposto Fernando Collor de Melo.    Acusado de envolvimento nos crimes que levaram o presidente Fernando Collor de Melo ao impeachment, em 1995 Bandeira foi extraditado da Argentina, onde se refugiou após ter a prisão decretada. Ele diz que os crimes que não estavam na extradição foram anulados.    Acontece que há menos de dois meses a ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, já havia devolvido ação penal sobre a morte de Sávio Brandão ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinando que a defesa do réu parasse de entrar com recursos. Laurita disse tais recursos seriam apenas tentativas de protelar a ação do judiciário.    CASO – Arcanjo é o único que falta ser julgado pela morte de Sávio Brandão. Sávio vistoriava a nova sede no jornal quando foi surpreendido e morto a tiros no meio da rua. Os executores da pistolagem, ex-soldado Célio Alves e o ex-cabo PM Hérculos Araújo, foram condenados a 17 e 18 anos de prisão, respectivamente.    Os demais acusados, Fernando Belo e João Leite, também foram condenados, 13 e 16 anos. Entretanto, Belo foi assassinado em 2010, na porta de casa, no bairro Dr. Fábio, enquanto Leite morreu em acidente de trânsito.   VGNews  

Delegado sofre atentado ao chegar em casa com a família em Primavera do Leste

Delegado sofre atentado ao chegar em casa com a família em Primavera do Leste

O delegado da Polícia Civil, Percival Eleutério, sofreu um atentado na noite deste sábado (19) quando chegava em casa com a família, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Ele contou que ao descer do veículo na frente da casa viu uma motocicleta seguindo em alta velocidade em sua direção e, como já sabe a forma como os criminosos agem, sacou a arma e gritou: 'Se tentar entrar, eu atiro'. Nisso, segundo a vítima, um dos assaltantes já disparou alguns tiros na direção dele.  Com a filha de um ano no colo, o delegado disse ter se jogado no chão para se proteger e proteger a criança. Ele teve escoriações no joelho devido à queda. "Vi que ele estava armado e imaginei, pela forma como eles vieram em minha direção, que fossem nos levar para dentro da casa e cometer o assalto, daí saquei a arma", lembrou. Ele contou que após a troca de tiros, o motociclista fugiu com o rapaz, que teria efetuado os disparos, na garupa. A mulher do delegado, que está grávida, estava do lado do passageiro. Ninguém se feriu durante a tentativa de assalto. Percival disse não saber se os assaltantes ficaram feridos. Até a manhã deste domingo (20) eles ainda não haviam sido localizados pela polícia. O delegado contou que se mudou para essa casa há um mês e não acredita que o atentado seja contra ele, mas que os criminosos estavam interessados em assaltar a residência, independentemente de quem fosse o morador.   G1/MT  

Grávida está entre as vítimas de acidente de avião em Mato Grosso do Sul

Grávida está entre as vítimas de acidente de avião em Mato Grosso do Sul

Dois helicópteros do Esquadrão Pelicano foram resgatar na manhã deste domingo (20) os corpos dos cinco ocupantes do monomotor prefixo NKO modelo P28R, que explodiu logo depois de cair neste sábado (19) numa região alagada do Pantanal, entre as cidades de Miranda e Corumbá, a cerca de 250 km de Campo Grande (MS). Viajavam na aeronave um casal, uma criança, a babá e um peão de fazenda.   O aparelho era pilotado pelo pecuarista Ricardo Jardim Almeida, 48, dono da fazenda Gertrudes, para onde seguia o avião. Entre os passageiros, estavam a mulher de Almeida, a relações públicas Fernanda Braga dos Santos Almeida, 35, grávida de dois meses e a filha de um ano de idade. Um peão da fazenda e uma babá de 18 anos de idade completam os passageiros. A informação sobre a identificação das vítimas é da Polícia Civil.   A área do acidente é de difícil acesso, daí a demora no resgate, ainda em andamento até por volta das 11h [horário de Brasília]. Os corpos serão levados para Campo Grande, onde o casal morava.   O aparelho NKO havia decolado no sábado às 5h30 do aeroporto Teruel, em Campo Grande, e tinha como destino a fazenda Gertrudes, situada numa região pantaneira conhecida como Nhecolândia.   O monomotor deveria pousar por volta das 7h, contudo, segundo a FAB o piloto declarou emergência às 7h11 minutos e sumiu do controle. Um avião do Esquadrão Pelicano foi acionado e, por volta das 17h, os militares socorristas viram os destroços do aparelho.   UOL  

Pista molhada causa acidente na BR-364 entre Jangada e Várzea Grande

Pista molhada causa acidente na BR-364 entre Jangada e Várzea Grande

Pista molhada após uma leve garoa e alta velocidade podem ter sido a causa de mais um acidente na BR-364/163 entre Jangada e Várzea Grande. O acidente ocorreu no KM-454, próximo a Fazenda São João (Arcanjo). De acordo com informações colhidas no local, uma outra carreta vinha ultrapassando a carreta envolvida no acidente. Ao tentar frear para “dar espaço” para o veículo que vinha ultrapassando, o motorista da carreta com placas de Lidianópolis (PR) perdeu o controle e caiu no barranco. Além do motorista, sua esposa estava no veículo. Ninguém se feriu. A carreta estava indo para a cidade de Sorriso, região norte do Estado. A Polícia Rodoviária Federal esteve auxiliando o transito até a retirada da carreta do local.   Jangada MT  

Polícia Civil implanta Sistema de Inquérito Eletrônico

Polícia Civil implanta Sistema de Inquérito Eletrônico

A Polícia Judiciária Civil implantou uma ferramenta que dará celeridade e controle dos procedimentos policiais das unidades policiais do Estado de Mato Grosso. O Sistema de Procedimentos Policiais (SPP), ou inquérito eletrônico, foi instalado na 3ª Delegacia de Polícia, no Coxipó, em Cuiabá.   A unidade policial começa nesta semana a trabalhar com o sistema depois de passar por testes na Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), em Cuiabá, e na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), de Várzea Grande.   Os servidores da 3ª Delegacia do Coxipó receberam treinamento para utilizar o inquérito eletrônico. O delegado Wilson Leite disse que a ferramenta vai otimizar o tempo na elaboração dos procedimentos policiais. “Quando o escrivão for fazer uma oitiva, os dados do indiciado vêm automaticamente. Ele não precisa preencher mais. E eu, como gestor, tenho como acompanhar a produtividade de cada cartório, de cada delegado, de cada investigador”, afirmou.       O delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Anderson Garcia, em visita na Delegacia do Coxipó, informou que o inquérito eletrônico está incluso no planejamento estratégico da instituição, como uma das ferramentas desenvolvida para dar mais agilidade aos escrivães e delegados na elaboração das peças dos autos de inquérito policial. “O sistema busca nos bancos de dados informações primordiais para a instauração do inquérito. A ferramenta facilitará tanto o andamento do inquérito policial, quanto à parte investigativa”, destaca o delegado. O SPP foi desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia e Informação, da Secretaria de Segurança Pública, em atendimento as necessidades da Polícia Judiciária Civil.   Para Garcia, a utilização dos recursos tecnológicos tem trazido mais celeridade para as investigações e facilitado o trabalho cartorário de escrivães e delegados. “O sistema traz agilidade e dá maior controle ao gestor da unidade que poderá acompanhar o andamento do inquérito policial e assessorar a diretoria na tomada de medidas estratégicas, uma vez que teremos acesso às informações dos procedimentos das delegacias”, finaliza o delegado geral.   O inquérito policial deve ser instalado em todas as delegacias do Estado, como forma de melhorar a qualidade no atendimento e prestação do serviço policial.   Assessoria  

Polícia Militar em Rondonópolis retira de circulação várias armas de fogo

Polícia Militar em Rondonópolis retira de circulação várias armas de fogo

Policiais militares da Companhia de Força Tática do 4º Comando Regional de Rondonópolis (215 km de Cuiabá), neste sábado (19), por volta das 23h30, retiram de circulação mais duas armas de fogo, desta vez a preensão ocorreu no Bairro Dom Oscar Romero, sendo detido por posse ilegal de arma de fogo o suspeito Thiago Alexandre de Araujo de 18 anos.   Os policiais realizavam o patrulhamento pela Rua João Paulo II, nº 582, Bairro Dom Oscar Romero, quando avistou o suspeito transitando pela rua, o mesmo ao ver a viatura, saiu correndo e jogou algo dentro de uma residência, foi feita então a abordagem ao mesmo e ao verificar no local foi encontrado 01 revólver cor aniquilada com numeração raspada; 01 revólver cor preto com numeração k1489368; 13 munições intactas calibre 38; R$12,00 em dinheiro.   Sendo esta a terceira arma apreendida somente neste sábado pela Companhia de Força Tática e a quinta arma retirada de circulação por policias do 4º Comando Regional de Rondonópolis, neste sábado.   Diante dos fatos Thiago foi detido e encaminhado para 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis, onde foi registrado boletim de ocorrências e entregue juntamente com as armas apreendidas, para Polícia Judiciária Civil.   OUTRAS ARMAS    Sendo que a Força Tática já havia apreendido por volta das 15h00 um revólver Taurus calibre 38, n° BAS703855, com seis munições intactas, do mesmo calibre, com um Adolescente V.T.S de 16 anos, no Bairro Jardim Carlos Bezerra.   Já a outra arma foi apreendida por policiais militares da Companhia Aurora em conjunto com Policiais da Companhia Operária, por volta das 18h00, por meio de denúncias feitas via 190 Copom, onde após revista veicular em um veículo Gol vermelho de placa KCR-6424, foi apreendido um revólver calibre 38 nº AA457863, com cinco munições do mesmo calibre intactas e detido a Márcio Araújo Gonçalves de 37 anos.     Às 05h00 da manhã, no inicio do sábado (19), foi apreendida por policiais militares da Companhia Operária, no Bairro Jardim das Flores, em revista a um veículo Citroen C3 de cor preta e placa HSX-8279, de Goiânia –GO, 01 revólver calibre 32 colt n.°106720 cromado, 01 munição calibre 32 intacta, foram detidas Sueli Lopes da Costa de 34 anos e Maria Aparecida Lopes da Costa de 36 anos, ambas informaram que a arma e o veículo pertencia a seu irmão que estava no local minutos antes dos policiais chegarem, onde as mesmas evitaram uma briga entre ele e outra pessoa, diante dos fatos as duas foram conduzidas para 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis.   Assessoria  

Vendedor tentava abrir conta em banco usando documento falso

Vendedor tentava abrir conta em banco usando documento falso

O vendedor Francisco Antônio Coelho de Oliveira, de 45 anos, foi preso por policiais militares acusado de tentar abrir uma conta bancária na agência da Caixa Econômica Federal, no centro de Várzea Grande, usando nome falso. A prisão ocorreu anteontem a tarde após o gerente descobrir que ele já tinha aberto uma conta com um terceiro nome.   Segundo os policiais, ele estava com documentos em nome de Nelson Pereira Leite, mas já tem uma conta em nome de Adeildo Barbosa dos Santos. Um funcionário desconfiou e acionou a PM. “Descobrimos que seu nome é Francisco”, explicou um dos policiais que participou da prisão.   Na Central de Flagrantes, a suspeita era de que o falsário iria utilizar talões de cheques para aplicar golpe no comércio da Grande Cuiabá. Francisco disse que abriu a conta em nome de Adeildo já alguns meses. Os policiais não souberam informar se o golpista fez alguma compra utilizando cheques em nome de Adeildo.   O Documento

Uma pessoa morta e outra gravemente ferida em briga entre operários de obra

Uma pessoa morta e outra gravemente ferida em briga entre operários de obra

Uma briga entre operários de uma obra terminou com uma pessoa morte e outra gravemente ferida. A confusão ocorreu na madrugada deste sábado (19), no dormitório dos trabalhadores, próximo a construção de um galpão, localizado na região da Vila São João, em Várzea Grande. Segundo informações da Polícia Militar, o pedreiro Gircilei Nicolino Delgado, de 39 anos, foi morto com vários golpes de faca. Durante a briga outro servente também foi ferido. Ele teve que ser levado em estado grave pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o Pronto Socorro Municipal, onde está em observação médica. O suspeito de ter cometido os crimes está foragido, mas não teve o nome divulgado pela polícia. Conforme um policial, a briga teria acontecido por motivos fúteis, já que constantemente os funcionários ficam embriagados e se metem em confusão entre eles, no entanto, nunca tinha acontecido um fato como esse antes. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o crime. Se o suspeito não se apresentar espontaneamente na delegacia, o delegado Daniel Valente deve pedir na Justiça a prisão do homem.   Repórter MT