PUBLICIDADE
PORTO DOS GAÚCHOS

Homem que atirou pelas costas da ex-mulher é preso por tentativa de feminicídio em MT

O indiciado, de 60 anos, não aceitava a separação e na manhã do dia 14 de novembro foi até a propriedade onde mora a vítima

21/11/2020 09h00 | Atualizada em 21/11/2020 11h25

Homem que atirou pelas costas da ex-mulher é preso por tentativa de feminicídio em MT

Reprodução/Internet

A Polícia Civil de Porto dos Gaúchos (663 km ao norte de Cuiabá) cumpriu nesta sexta-feira (20) mandado de prisão preventiva contra o homem investigado por tentativa de feminicídio contra a ex-esposa. O crime ocorreu no dia anterior à eleição, em uma propriedade rural de Novo Horizonte do Norte, cidade próxima a Porto dos Gaúchos. Ele foi indiciado por tentativa de feminicídio e o inquérito concluído.



O indiciado, de 60 anos, não aceitava a separação e na manhã do dia 14 de novembro foi até a propriedade onde mora a vítima. Após discutir com a mulher, ele foi até o carro e pegou uma espingarda calibre 28, disparando contra a vítima. Depois do crime, ele fugiu da cidade.

O delegado de Porto dos Gaúchos, João Antônio Ribeiro Torres, explica que a vítima recebeu os disparos pelas costas, que atingiram a nuca, lateral do rosto e ombros. “Felizmente a vítima se encontra fora de perigo. Após os primeiros socorros, ela foi transferida para um hospital em Cuiabá”.

Após diligências da Delegacia de Porto dos Gaúchos para apurar o crime e coletar informações para subsidiar o inquérito instaurado, o delegado representou pela prisão do suspeito. Ele foi preso em Juara, onde está residindo.



O inquérito policial concluído nesta quinta-feira. “As investigações foram intensas, contudo exitosas no sentido de ter angariados elementos de informação sobre a autoria e materialidade delitiva” destacou o João Antônio, que agradeceu o apoio da delegacia da equipe e da Delegacia de Juara para o bom andamento da missão.

Após o cumprimento do mandado de prisão, o indiciado foi encaminhado para a unidade prisional de Porto dos Gaúchos, onde ficará à disposição da Justiça.

 

.

FONTE: PJC-MT



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE