PUBLICIDADE
PJC INVESTIGA O CASO

Corpo de idoso acusado de estupro de vulnerável é encontrado no Rio Cuiabá

O cadáver estava com as mãos e os pés amarrados; no início de setembro, ele foi denunciado pelo estupro de uma garota de 11 anos, durante uma aula de música

16/09/2020 09h15 | Atualizada em 16/09/2020 11h36

Corpo de idoso acusado de estupro de vulnerável é encontrado no Rio Cuiabá

Internet

Idoso de 72 anos encontrado morto na tarde de terça-feira (15), boiando às margens do Rio Cuiabá, foi denunciado por estupro de vulnerável no dia 4 de setembro. O corpo dele estava com vários ferimentos no rosto e com duas pedras amarradas, uma em sua perna e outra no pescoço. Polícia está investigando o caso.



De acordo com as informações, testemunhas flagraram o corpo boiando por volta das 15h30 e acionaram a Polícia Militar. Outros órgãos também participaram da ocorrência, que constatou a morte do homem.

Ele estava com ferimentos pelo rosto, além de pedras amarradas no corpo, uma na perna e outra no pescoço. Para os peritos da Perícia Oficial, tudo indica que a intenção era fazer com que o corpo não boisse. 

Delegacia de Homicídios vai investigar se a morte dele tem relação com uma denúncia feita no dia 4 deste mês, onde ele é acusado de estuprar uma menina de 11 anos, que era sua aluna. 



O crime sexual, segundo a comunicante, teria ocorrido durante uma aula de música. Ela contou à mãe o que havia ocorrido e a PM foi acionada naquele mesmo dia.

Quando chegaram no endereço do professor, ele não foi encontrado. O caso foi registrado na Central de Flagrantes de VG. Já sobre a morte, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde passará por exames para apontar a causa do óbito. 

.

FONTE: Gazeta Digital



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE