PUBLICIDADE
HOMICÍDIO

PJC cumpre mandado e prende suspeito de matar ambientalista em Chapada dos Guimarães

O crime teria sido motivado por desavenças entre o suspeito e a vítima, relacionadas a caça de animais silvestres na região

Da Redação

Equipe

06/08/2020 14h00 | Atualizada em 06/08/2020 16h17

PJC cumpre mandado e prende suspeito de matar ambientalista em Chapada dos Guimarães

Internet

A Polícia Judiciária Civil cumpriu, nesta terça-feira (4), no município de Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá-MT), um mandado de prisão preventiva contra um homem acusado de assassinar o ambientalista Valdinei Rodrigues Branco. O crime ocorreu em 2019 e teria sido motivado por desavenças entre o acusado e a vítima.



Segundo as investigações, o suspeito costumava caçar animais silvestres na comunidade Gleba Jangada/Roncador, onde Valdinei, que era contra a prática, tinha uma propriedade.

O corpo do ambientalista foi encontrado no dia 24 de abril do ano passado, na mesma região onde morava, a cerca de 100 metros da sua residência. O cadáver já estava em estado avançado de decomposição.

De acordo com a perícia técnica, a vítima sofreu um tiro na cabeça e o projétil que estava alojado em sua cabeça seria compatível com o de uma arma de fogo tipo longa, como a que o acusado tinha para utilizar durante a caça.



Com base nas investigações, o delegado Hércules Batista Gonçalves, responsável pelo caso, representou pelos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão contra o suspeito, necessárias para dar continuidade ao trabalho investigativo.

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça e cumpridas no imóvel do suspeito, na zona rural de Chapada dos Guimarães. O acusado já havia se desfeito da possível arma utilizada no crime, que posteriormente foi localizada na casa de um terceiro.

As investigações continuam em andamento e o inquérito deve ser finalizado nos próximos dias.

 

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE