PUBLICIDADE
OUÇA O ÁUDIO

Pai de jovem que baleou Isabele disse ao SAMU que vítima caiu e bateu a cabeça

A ligação teria sido registrada pela serviço às 22h03, instantes após “Bel” ser atingida pelo disparo de pistola .380

01/08/2020 12h00 | Atualizada em 01/08/2020 12h06

Pai de jovem que baleou Isabele disse ao SAMU que vítima caiu e bateu a cabeça

Reprodução/Internet

Em áudio vazado à imprensa, publicado com exclusividade pelo site Hipernotícias, da ligação que Marcelo Martins Cestari, pai da adolescente B.O.C., 14 anos, responsável pelo ‘tiro acidental’ que matou Isabele Guimarães Ramos no dia 12 de julho, domingo, fez ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no dia da tragédia, é possível acompanhar o momento em que ele se mostra desesperado com a situação e relata à atendente que Isabele teria caído no banheiro, batido a cabeça no chão, perdendo muito sangue, além, de perceber que a vítima não estaria respirando.



A ligação teria sido registrada pela serviço às 22h03, instantes após “Bel” ser atingida pelo disparo de pistola .380 que entrou pela região do nariz, atravessou a cabeça e saiu pela nuca.

O áudio condiz com a versão do depoimento que o empresário deu à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no dia 14 de julho, quando disse que em primeiro momento acreditou que a melhor amiga da filha tinha caído no banheiro, já que não teria percebido o ferimento causado pelo tiro no rosto de Isabele e nem havia sangue no chão. 

O áudio contradiz o depoimento, já que de acordo com o áudio, é visível o desespero de Marcelo pela quantidade de sangue que ele estaria vendo no momento em que falava com o Samu, quando relata que teria ‘mais de 2 litros de sangue’ espalhados pelo banheiro, além do fato de que “Bel” não estaria respirando.



À polícia, o empresário disse que começou a desconfiar de que Isabele tinha saído baleada durante a tentativa de reanimar a adolescente, com orientação do médico do Samu, quando teria ajeitado a cabeça da menor, sentido uma ‘bola’ na nuca dela e em seguida, começado o sangue a escorrer. Mas de acordo com o áudio da ligação, Marcelo já inicia a conversa com a atendente se mostrando assustado com a quantidade de sangue e pedindo urgência no atendimento, antes de ser orientado às manobras de reanimação e primeiros socorros.

“Oi, rápido a menina caiu no banheiro aqui no Alphaville. Está saindo muito sangue, está perdendo muito sangue. (...)Tem uns dois litros de sangue no chão. Rápido, rápido aqui no Alphaville I. Ela está perdendo muito sangue, se não vir rápido ela não...”, relata Marcelo ao Samu.

Na sequência, o empresário chama pela adolescente ferida e se desespera ao perceber que Isabele não estaria respirando.

“Bel, eu acho que ela já está sem respiração. Rápido moça por favor, ela está perdendo muito sangue, muito sangue. Ela está desacordada. Não estou sentindo a respiração dela”, continuou. Neste momento a atendente iria transferir a ligação para o médito.

 

.

FONTE: Repórter MT



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE