PUBLICIDADE
BRUTAL

Homem é executado na frente da esposa e do filho em Sorriso; câmera flagrou crime

Emerson dos Santos Madeira estava saindo de casa com a família no momento em que foi surpreendido pelos criminosos; polícia investiga o caso

João Freitas

Repórter

30/06/2020 09h00 | Atualizada em 30/06/2020 10h47

Homem é executado na frente da esposa e do filho em Sorriso; câmera flagrou crime

Portal Sorriso

Um jovem de 24 anos foi executado com vários tiros no bairro Industrial, em Sorriso (420 km de Cuiabá-MT), na noite desta segunda-feira (29). O crime foi presenciado pela esposa e pelo filho pequeno do rapaz. Uma câmera de segurança da região registrou toda a ação e as imagens poderão ajudar a polícia na identificação dos criminosos, que ainda não foram encontrados.



A vítima foi identificada como Emerson dos Santos Madeira.

De acordo com as imagens, o jovem estava na frente da casa onde morava, na Rua Tangará, e se preparava para sair de carro com a família. Porém, Emerson foi surpreendido com a chegada de dois criminosos em um automóvel branco, que estacionou próximo ao seu veículo e passou a efetuar disparos.

Mesmo sendo atingido, o rapaz conseguiu correr e entrou em uma casa, que estava com o portão aberto. No entanto, o atirador desceu do carro e foi atrás da vítima, onde desferiu mais tiros. Em seguida, o suspeito voltou para o veículo e fugiu com o comparsa.



Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e encontrou diversas pessoas aglomeradas no local do crime. O Corpo de Bombeiros foi chamado para prestar os primeiros socorros ao homem, mas a vítima já estava morta no momento em que a equipe médica chegou.

A área foi isolada para o trabalho da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), que fez as apurações iniciais e coletou provas do caso. Depois dos procedimentos de análise, o corpo foi liberado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, onde serão realizados os exames de necropsia.

A perita Aline Vieira disse, ao site Portal Sorriso, que Emerson foi alvejado com três tiros na cabeça e outros cinco na região do tórax, nas costas, nos braços e nas pernas.

“Coletamos alguns objetos no local e foram encontrados quatro projéteis de arma de fogo. Agora esses projéteis serão examinados onde vamos estimar o calibre e qual a arma de fogo foi utilizada. Estes objetos coletados também podem ser utilizados análise balística, caso venha ser identificada a arma utilizada no crime. Não foram identificadas cápsulas, apenas projéteis”.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Confira

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE