PUBLICIDADE
OPERAÇÃO PARENTELA

PJC cumpre mandados de prisão contra integrantes de facção em Sorriso

A maioria dos alvos já está detida. No entanto, mesmo dentro do presídio, os suspeitos continuavam participando de ações criminosas

Da Redação

Equipe

08/11/2019 10h49 | Atualizada em 08/11/2019 14h41

PJC cumpre mandados de prisão contra integrantes de facção em Sorriso

PJC-MT

A Polícia Civil de Sorriso (442 km de Cuiabá-MT) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (8), a Operação Parentela. A força tarefa tem o objetivo de dar cumprimento a 12 mandados de prisões relacionados a crimes de tráfico de drogas roubos, receptação e organização criminosa.



Segundo o delegado, André Eduardo Ribeiro, grande parte dos alvos são pessoas que já estão detidas, porém que continuavam a cometer crimes, enviando ordens de dentro do presídio, para comparsas do lado de fora.

No total, foram doze mandados de prisão expedidos pela Justiça com base nas investigações da Polícia Civil de Sorriso, sendo cumpridos 9 das ordens judiciais até o momento, sendo 8 delas dentro de presídios. Três dos suspeitos continuam foragidos e são procurados pela Polícia. 

Em muitos casos identificados nas investigações, os detentos, mesmo estando presos, mantinham contato com o mundo externo, dando ordens para cometimento de crime de roubo e tráfico de drogas. “Uma das situações que chama atenção é de um presidiário que instrui a mãe e os irmãos a atuarem com o comércio de entorpecentes”, disse o delegado.



Outro caso identificado é o de uma detenta, que cobra valores que são repassados a uma facção criminosa e que também atua em julgamentos realizados por membros da organização criminosa. Nas investigações, foi identificado que a suspeita é uma das chefes da facção e faz com que todos os membros do grupo se reportem a ela.

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE