PUBLICIDADE
TRÊS SUSPEITOS FUGIRAM

Integrante de quadrilha é morto em confronto com polícia em Lucas do Rio Verde

O grupo estava descarregando agrotóxicos roubados quando foi localizado pela GCCO. Um policial ficou ferido com na troca de tiros

João Freitas

Repórter

09/10/2019 10h41 | Atualizada em 10/10/2019 08h27

Integrante de quadrilha é morto em confronto com polícia em Lucas do Rio Verde

Vander Gomes/Lucas Notícias

Um integrante de uma quadrilha especializada em roubo de produtos defensivos agrícolas morreu em uma troca de tiros com a Polícia Civil, na noite desta terça-feira (8), no município de Lucas do Rio Verde (334 km de Cuiabá-MT). Um policial também ficou baleado no confronto.



De acordo com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), o bando já estava sendo monitorado pelas forças de segurança por suspeita de envolvimento em outros roubos de agrotóxicos nas fazendas da região.

Segundo informações, os policiais encontraram o local onde cinco criminosos estavam descarregando os produtos de um caminhão, que havia sido roubado, para duas caminhonetes. Os bandidos foram abordados, mas reagiram e deram início a uma troca de tiros. Um policial foi baleado na perna.

Dois assaltantes tentaram fugir em uma das caminhonetes da quadrilha. Eles foram perseguidos, mas ainda assim, continuaram efetuando disparos contra a guarnição. Porém, em um determinado momento, o condutor do veículo em fuga foi alvejado e perdeu o controle da direção do carro, que atingiu um muro.



Os bandidos desceram do veículo e seguiu atirando contra os agentes. No entanto, ambos foram atingidos e um deles veio a óbito ainda no local. O outro suspeito foi socorrido e levado para um hospital. O quadro clínico dele não foi divulgado.

Os outros três criminosos conseguiram fugir por uma região de mata e ainda não foram encontrados. Eles são de Cuiabá, Nobres e Diamantino. Segundo o delegado Frederico Murta, a quadrilha tinha o objetivo de revender parte da carga roubada na região. A outra parcela seria comercializada na Capital.

A polícia não informou o valor de mercado dos produtos nem a propriedade rural que foi invadida pelos assaltantes.

Os defensivos agrícolas que estavam no caminhão foram apreendidos pela GCCO, que segue investigando o caso.

 

.


Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE