PUBLICIDADE
COMBATE AO ROUBO E FURTO

Delegado implementa operações e Derf desarticula grupo criminosos em Cuiabá

Com Fabiano a frente da Derf, foram deflagradas 10 operações pela Derf e presos 189 suspeitos pela Especializada

Jefferson Oliveira

Jornalista

16/02/2019 12h00 | Atualizada em 16/02/2019 10h14

Delegado implementa operações e Derf desarticula grupo criminosos em Cuiabá

Jefferson Oliveira - CMT

A frente da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf) desde julho de 2018, o delegado Fabiano Pitoscia, que foi mantido como titular da unidade pelo diretor metropolitano Douglas Turíbio Schutze, revelou ao Circuito Mato Grosso que a eficiência da equipe da Derf se deve ao trabalho de motivação que foi feito junto aos policiais e também o aumento de 900% das operações policiais para combater as associações criminosas.

“Com baixo efetivo, houve a implementação de uma metodologia de trabalho, para investigar e esclarecer a autoria de associações criminosas voltadas para a prática de crimes patrimoniais e residenciais, com isso enfraquecer os grupos criminosos e diminuir os roubos e furtos na capital”.

Com Fabiano a frente da Derf, foram deflagradas 10 operações e presos 189 suspeitos. O número de prisões representa 38,97% de avanço se comparado com o mesmo período de 2017.

O delegado  também destacou em suas ações o trabalho de inteligência da Polícia Civil que ele considerou como parte fundamental para a realização das operações e desmantelamento de associações criminosas.

Na avaliação do delegado, o roubo a residência é o que mais causa trauma na vítima, “As duas modalidade de roubo, são ruins para as vítimas, porém é claro que a questão patrimonial é sentida nas pessoas, são ações que trazem transtornos e podendo até ter sequelas, que a pessoa tem a privação da liberdade sentida”, comentou.

O delegado destaca que em 2019 dará continuidade à metodologia de trabalho empregada e realizará mais operações com a finalidade de dar resposta a sociedade e diminuir ainda mais os números de roubos e furtos na capital.

Delegado Fabiano Pitoscia Foto: Jefferson Oliveira - CMT
Operações

De julho a novembro  de 2018 foram realizadas pela Derf da Capital importantes operações como TNT, Cavalo de Tróia, Stoken Valir, “Maníaco da Garrafada” (Boa noite Cinderela), Raptor, Demarch, Raptor 2, Olmedo e Rompimento.  

Destaque no período avaliado, a operação TNT, deu cumprimento (em julho) a 33 ordens judiciais - 21 mandados de prisão temporária e 12 mandados de busca e apreensão - nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. O foco foi desarticular uma organização criminosa que agia em roubos de cargas de transportadoras.

O mês de setembro contou com duas importantes operações com foco na desarticulação de associações criminosas. A operação Raptor desmantelou uma associação criminosa armada, composta por 17 pessoas (incluindo adolescentes), e que agia em roubos, tráfico, homicídios e latrocínios.  

Já a operação Demarch prendeu 08 autores de roubo a eletrônicos, avaliados em R$ 500 mil, em um hipermercado localizado na Avenida Fernando Correa, em Cuiabá.  

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE