PUBLICIDADE
FIM DA LINHA

Autor de feminicídio em Sinop é preso pela Polícia Civil após 12 dias foragido

A filha do casal, de 15 anos, estava na residência no momento do crime, assim como a mãe da vítima

Da Redação

Equipe

13/03/2018 14h13 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Autor de feminicídio em Sinop é preso pela Polícia Civil após 12 dias foragido

Reprodução

A Polícia Judiciária Civil de Sinop (500 km de Cuiabá-MT) deu cumprimento à prisão, na tarde de segunda-feira (12), do autor de um feminicídio praticado na noite de 28 de fevereiro, em uma residência no bairro Vila Mariana.

Na ocasião, por volta das 20h, a vítima Luzinete Soares de Oliveira, 48, foi morta com golpes de faca. As investigações apontaram para a autoria do marido, Adolfo Henrique Rohde, 39.

No dia seguinte ao crime, a Polícia Civil, por meio dos trabalhos desenvolvidos pela Divisão de Homicídios, coordenada pelo delegado Carlos Eduardo Muniz dos Santos, protocolou representação pela prisão do suspeito.

A filha do casal, de 15 anos, estava na residência no momento do crime, assim como a mãe da vítima. Ambas presenciaram o fato e relataram que o casal iniciou uma discussão, quando em um dado momento o pai pegou a faca e passou a agredir a mãe com diversos golpes.

O suspeito, por ter se ferido durante a ação, chegou a ficar internado por dois dias. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, encaminhada ao Hospital Regional, mas veio a óbito rapidamente.

O preso foi encaminhado para audiência de custódia, e em seguida levado à unidade prisional (Osvaldo Florentino Leite Ferreira - “Ferrugem”).

O caso:

Uma briga de casal resultou na morte de Luzinete Soares de Oliveira, 48, após ela ser esfaqueada pelo marido A.H.K., 39, que em seguida tentou contra a própria vida, na noite de quarta-feira (28) no bairro Vila Mariana em Sinop (500 km de Cuiabá-MT).

De acordo com as informações locais, o homem teria chegado em casa alcoolizada e iniciado uma discussão com a esposa, e durante a briga, o assassino se apoderou de uma faca e desferiu golpes na perna da mulher, que acabou acertando a sua veia femoral fazendo com que Luzinete perdesse muito sangue não conseguindo sobreviver aos ferimentos.

Leia mais:

FONTE: Assessoria-PJC

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE