PUBLICIDADE
SUSTO NA MATERNIDADE

Clínica da Criança tem princípio de incêndio e bebês são transferidos às pressas

Sócio proprietário do hospital, José Carlos Di Anniballi emitiu nota à imprensa alegando que prima com rigor pelas normas técnicas

Jefferson Oliveira

Jornalista

13/03/2018 08h10 | Atualizada em 13/03/2018 09h58

Clínica da Criança tem princípio de incêndio e bebês são transferidos às pressas

Tangará em Foco

Um princípio de incêndio no Hospital e Maternidade Clínica da Criança, em Tangará da Serra (242 km de Cuiabá), causou pânico na população e mobilizou médicos, policiais e bombeiros para resgatar e transferir recém-nascidos em incubadoras na noite desta segunda-feira (12).

Segundo consta nas informações locais, um curto-circuito em um dos condicionadores de ar da unidade iniciou a grande fumaça na ala de esterilização do hospital, que fica ao lado da pediatria. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a fumaça se alastrou rapidamente, comprometendo assim o funcionamento da unidade hospitalar.

Rapidamente funcionários, profissionais da segurança pública e parentes das crianças começaram a retirar os pacientes da unidade e também os equipamentos para proteção das pessoas de uma proporção maior de fogo.

O Corpo de Bombeiros local explicou que houve uma pequena demora em controlar o foco de incêndio devido à grande fumaça que se formou no local, mas em poucos minutos a situação foi controlada e ninguém se feriu.

Sócio proprietário do hospital, José Carlos Di Anniballi emitiu uma nota alegando que a unidade se tornou referência no atendimento e prima pela rigorosa observação das normas técnicas da vigilância sanitária, do Corpo de Bombeiros e dos órgãos de fiscalização.

Confira a nota na íntegra:

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

O HOSPITAL E MATERNIDADE CLÍNICA DA CRIANÇA LTDA, localizado na Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, nº 480, Tangará da Serra-MT, vem a público comunicar que, nesta data, no período noturno, teve um princípio de incêndio na área externa dessa unidade hospitalar, contudo, não atingiu a área interna da unidade hospitalar.

O princípio de incêndio teve início numa caixa de ar condicionado, que fica na parte externa do hospital, sendo que o fogo foi coibido rapidamente, sem atingimento da área interna, nem dos pacientes.

Apesar do fogo ter sido controlado rapidamente, sem ter causado prejuízos à integridade física dos pacientes e colaboradores, a direção do hospital, visando manter a integridade física das crianças, resolveu retirá-las, temporariamente, da unidade de terapia até o controle total da fumaça, já que inexistia fogo na área interna.

Cumpre realçar que, por cautela, foi chamado o Corpo de Bombeiros, que prontamente controlou o fogo na área externa, evitando que o mesmo se alastrasse na área interna.

Assim, o atendimento ao público restou preservado, e voltará a sua integral normalidade no dia 13/03, após o término da limpeza da unidade hospitalar.

A direção vem a público agradecer o apoio da população, bem como do Corpo de Bombeiros, e reafirmar que a integridade física de todos aqueles que se encontravam no local do evento foi preservada.

Atenciosamente,

JOSÉ CARLOS DI ANNIBALLI

SÓCIO-PROPRIETÁRIO”

Veja imagens:

 

 

 

 

FONTE: Tangará em Foco

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE