Segunda-Feira, 29 de Maio de 2017
POLICIAMENTO NA FRONTEIRA

Comandante do Gefron é promovido ao posto de coronel da PM

Servindo a Polícia Militar há 22 anos, o tenente coronel Assis será promovido no próximo dia 21 de abril

Comandante do Gefron é promovido ao posto de coronel da PM
 

Foto: Jefferson Oliveira / Sesp

A frente do Grupo Especial de Fronteiras (Gefron) desde 04 de fevereiro de 2015, o tenente coronel Jonildo José de Assis será promovido ao último posto de oficiais da PM na próxima sexta-feira (21), conforme Decreto 943 de 17 de abril de 2017, assinado pelo Governador Pedro Taques chegando a patente de coronel. O comandante recebeu o Circuito Mato Grosso para falar do seu trabalho a frente da unidade de fronteira e promoção.

O coronel Assis é da 2° turma do Curso de Formação de Oficiais (CFO) da Academia Costa Verde, turma “AD SUMUS”, tem atualmente cerca de 22 anos de serviços prestados à população Mato-grossense.

AÇÕES

A frente do Gefron o comandante obteve diversos resultados positivos na produtividade e avanços como;  fortalecimento do núcleo de Inteligência, implantação da Instrução do Nivelamento do Conhecimento (Incs), implantação do Curso de Policiamento de Fronteira (CPfron), criação e aquisição do novo fardamento completo para todo efetivo. 

Durante os dois anos no comando da unidade foram confeccionados 649 boletins de ocorrências, 746 brasileiros conduzidos a delegacia e 70 bolivianos presos.  115 foragidos da justiça foram recapturados na região de fronteira, aproximadamente seis toneladas de drogas apreendidas. O Gefron sob o comando do tenente coronel Assis ainda recuperou 508 veículos, realizou a apreensão de 109 armas e 4.137 munições.

“Aqui nós atuamos em toda região de fronteira que é muito grande e é um desafio enorme, tendo em vista, que todo material ilícito é tentado passar das mais variadas formas, mas temos atuado e conseguido um ótimo resultado em prisões e apreensões”, disse o comandante.

Ele ainda ressalta a importância dos investimentos pelo governador do estado Pedro Taques (PSDB).

“Obtivemos junto ao governo, aquisições de vários armamentos, viaturas, e também estreitamos os laços e realizamos diversas operações integradas com as forças de segurança da Bolívia. Além do Gefron Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil, também contamos com o apoio da  Policía Boliviana e da Força Especial de Luta Contra o Narcotráfico (Felcn)”, acrescenta Assis.

O tenente coronel ainda disse que que quando assumiu a unidade haviam 89 homens, hoje o Gefron conta com mais de 140 policiais, devido ao concurso e cursos especializados feitos pelo Gefron para policiais fazerem parte da unidade.

DESAFIOS

“O maior desafio, é dar continuidade nos bons resultados que o Gefron vem apresentando, continuaremos realizando operações a fim de coibir no máximo a entrada de drogas, armas, munições e outros tipos de delitos no País”, afirma o tenente coronel Assis.

As operações realizadas na fronteira, tem impacto direto na população tanto de Mato Grosso como de outros estados do Brasil segundo Assis.

“As prisões realizada aqui refletem diretamente para outras regiões do País, a droga que apreendemos, deixa de ser levada principalmente para o Sul e Sudeste do Brasil. Esse ano tivemos um carnaval com baixos índices de incidentes, pois em janeiro fizemos grandes operações e apreensões  na fronteira com as forças de segurança”, completa ele.

PROMOÇÃO

Com 22 anos de serviços prestados na Polícia Militar, o futuro coronel segundo o decreto, será promovido por merecimento. Ele já comandou batalhões no município de Cáceres, Bope, Academia de Polícia Militar Costa Verde, bases comunitárias em Cuiabá e foi ajudante de ordens no Tribunal de Justiça de Mato Grosso antes de assumir o Gefron.

“Uma promoção é esperada por todo militar quando entra na academia de Polícia Militar, alcançar o posto mais alto, eu recebi com enorme alegria e satisfação essa notícia, o que motiva ainda mais para continuar trabalhando e desenvolvendo ações para a segurança da sociedade”.

Ele ainda fala da importância dos seus subordinados nesses 22 anos de PM.

“Eu tenho que agradecer primeiramente a Deus, segundo minha família e em seguida óbvio, todos os militares que fizeram parte da minha carreira, que sempre atuaram nas unidades que estive a frente com ótimo serviço prestado e resultados, cada um deles faz parte dessa conquista”, finalizou ele.

A solenidade de posse e promoção da Polícia Militar, acontece na sexta-feira (21), às 09h da manhã no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, e a data escolhida é em alusão ao feriado de Tiradentes, patrono das Polícias militares.  

 

 

Veja imagens:

COMENTAR