Quinta-Feira, 30 de Março de 2017
DETALHES DO CRIME

Em depoimento, enfermeiro relata como matou ex-namorada em Cuiabá

Ele confirmou que sabia o que estava fazendo; assassinato teria sido motivado por ciúmes

Em depoimento, enfermeiro relata como matou ex-namorada em Cuiabá
 

O enfermeiro Luiz Otávio Silva, de 25 anos, revelou à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que no momento que esfaqueou a namorada, sabia exatamente onde acertar para matar a estudante de direito Ivone Oliveira Gomes, de 24. O crime foi realizado na noite da última quarta-feira (15).

“Eu acertei a carótida, eu sabia, vai direto pro coração”, disse ele, em áudio gravado pelos policiais e divulgado ao site MidiaNews (ouça o áudio abaixo).

Em depoimento nesta quinta-feira (16) à delegada Juliana Palhares, ele contou que a jovem foi morta dentro de casa.

Luiz Otávio disse que empurrou a namorada na cama, a agredindo por várias vezes. Logo após, conforme o assassino confesso, ele se sentou por cima de sua ex-namorada, a imobilizou e começou a sufocá-la.

Após notar que a pressão arterial tinha diminuído, ele golpeou a estudante para fazê-la ficar inconsciente. Ele então pegou uma faca e furou a região da carótida.

“Peguei a faca, retornei e furei na região da carótida, que é uma veia que vai até o coração. Contei 5 segundos, deu hemorragia interna dela e o coração parou” relatou o enfermeiro.

Ele ainda confirmou que sabia o que estava fazendo e ainda tentou cortar a traqueia da vítima, mas a faca entortou.  

De acordo com a delegada Juliana Palhares, a arma utilizada no crime foi uma faca de cozinha que já estava bastante deteriorada. Luis Otávio não soube informar quantas facadas deu na ex-namorada.

Os policiais acreditam que ele cometeu o crime por não aceitar o término do relacionamento e por suspeitar de que Ivone estaria se relacionando com outra pessoa. O namoro teria durado mais de dois anos.

O caso

A jovem Ivone Oliveira Gomes foi morta dentro da quitinete em que morava no Bairro Osmar Cabral, em Cuiabá (MT), na noite de quarta-feira (15). O crime ocorreu por volta das 23h.

Segundo informações da Polícia Militar, policiais militares da base do Bairro São João Del Rey, foram acionados por moradores de uma quitinete, que relataram ter encontrado uma mulher ensanguentada em um dos imóveis.

Os policiais foram a residência e encontraram a jovem já sem os sinais vitais e com várias perfurações de faca. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou o óbito. Ainda de acordo com testemunhas, a jovem havia chegado da faculdade com seu namorado, que permaneceu com ela por cerca de 20 minutos. Ele foi a última pessoa vista saindo do local do crime.

Ouça o áudio do depoimento do enfermeiro:

Veja mais:

Enfermeiro é preso como autor da morte de estudante no Osmar Cabral

Jovem é encontrada morta dentro de casa; namorado é principal suspeito

COMENTAR