PUBLICIDADE

Pérolas Online - Página 140

 Governo se exalta em inauguração cheias de desventuras
DEVER (QUASE) CUMPRIDO

Governo se exalta em inauguração cheias de desventuras

O governador Silval Barbosa inaugurou o viaduto de Despraiado com toda a pompa e circunstância, como se estivesse realizando uma façanha... Exaltado, em nenhum minuto do seu discurso deixou de lembrar da imprensa que criticou e estampou o risco que a falha técnica ao iniciar a obra expôs as famílias que moram no morro acima do viaduto. O governador bradou veementemente que aquele lançamento merecia as manchetes de todos os jornais. Vejamos... Uma obra atrasada e inaugurada pela metade (já que uma faixa continua interditada em função do desmoronamento do barranco) merece todos aqueles fogos por quê? É muita necessidade de autoafirmação! Um Rivotril deve ajudar...

Vereador requere investigação de Cartel Funeral
TEM QUE PAGAR PRA NASCER...

Vereador requere investigação de Cartel Funeral

E pra morrer também. E caro! O vereador Juca do Guaraná anunciou que vai requerer investigação sobre indícios de formação de cartel nos serviços funerários. Além dos processos de concessão, segundo Juca, é preciso avaliar os valores praticados sem controle algum e também a denúncia de que um único grupo comanda todo o mercado. Morrer custa, em média, na capital R$ 8 mil.    

Programa de asfaltamento da Capital ainda deixa a desejar
AO PREFEITO DE CUIABÁ...

Programa de asfaltamento da Capital ainda deixa a desejar

Olhe pelas ruas da cidade, Mauro Mendes! São crateras em plena Avenida Lavapés, no entorno da Secopa. Os acessos desta e de outras regiões de desvios estão parecendo algum trecho do Afeganistão. Continue com o programa de asfaltamento da capital e capriche no tapa-buracos. Todos os cuiabanos agradecem!  

TCE aprova contas de Nadaf com muitas irregularidades
É BEM MATO GROSSO!

TCE aprova contas de Nadaf com muitas irregularidades

Só aqui mesmo... Um secretário de Estado doa terreno público sem autorização, gasta R$ 800 mil em livros técnicos (ao custo de R$ 266,00 cada!) comprados de uma empresa que, ao que parece, é uma lotérica (?), fraciona suas aquisições para que não haja licitações e no fim de tudo isto – apontado e ressaltado pelo Ministério Público de Contas – consegue ter suas contas aprovadas. Estamos falando de Pedro Nadaf e as contas da Sicme referentes ao ano de 2012. Sem comentários!

Cerca de R$ 600 mil serão gastos em fogos de artifício pelo Governo nas inaugurações para Copa
FOGOS PRA QUÊ?...

Cerca de R$ 600 mil serão gastos em fogos de artifício pelo Governo nas inaugurações para Copa

O Governo de Mato Grosso vai gastar quase R$ 600 mil em fogos de artifício para as inaugurações das obras da Copa. Isso mesmo! R$ 600 mil... Será que Silval terá coragem de gastar um estalinho daqueles de festa junina na trincheira do Santa Rosa – que vai ter quase um ano de atraso – ou ainda na Arena Pantanal que já sofreu aditivos da ordem de R$ 60 milhões? Poderia economizar e tirar da situação desumana as crianças do Lar da Criança, não acham?   

  Ex-secretário tem boa intenção mas se deixa levar pela publicidade oficial
PEDALA, ÉDER MORAES!

Ex-secretário tem boa intenção mas se deixa levar pela publicidade oficial

O ex-secretário Éder Moraes assume agora o papel de apresentador com seu programa homônimo, debatendo e opinando sobre assuntos de interesse público. Na terça-feira (12), assisti um bloco da entrevista que fez com o diretor da Santa Casa de Misericórdia, Dr. Sabóia, que passa por dificuldades devido às verbas públicas não repassadas. A intenção de Éder foi boa, mas poderia ter sido ótima... Ele, que é conhecedor de cada entranha do Governo Silval, poderia abrir mão da publicidade oficial em seus intervalos comerciais e partir pra cima do poder público cobrando ações do governo em benefício do povo. Não tem interesse no pleito do ano que vem? Então muda a postura e mãos à obra! Ainda é tempo... 

Falta de fiscalização aos motoristas demonstra desrespeito à projeto
CORREDOR DE ÔNIBUS

Falta de fiscalização aos motoristas demonstra desrespeito à projeto

Particularmente gostei do projeto da prefeitura de criar o corredor para o transporte coletivo na Av. Isaac Póvoas. O que falta, porém, é fiscalizar os motoristas de ônibus que a todo instante desrespeitam os veículos transitando em todas as faixas. Sem consciência por parte das empresas de transporte coletivo, que são as maiores beneficiadas neste processo, o projeto não terá êxito. Fica a dica!  

Cidadãos fotografam avenidas alagadas na Capital de MT
CIDADE ALAGADA

Cidadãos fotografam avenidas alagadas na Capital de MT

Fotografias tiradas em diversos pontos da capital por cidadãos anônimos mostram os canteiros de obras alagados após as pancadas de chuvas, o que prova que a drenagem continua péssima em pontos primordiais, como é o caso da Av. Fernando Corrêa da Costa, em frente ao Supermercado Comper e na Av. Prainha. Carros quase submersos, pedestres com água no joelho e operários das obras parados... Um caos!   

Governo aposta em investimentos de publicidade e deixa de lado a população
JOGA LIMPO?...

Governo aposta em investimentos de publicidade e deixa de lado a população

Depois de ver alunos empunhando guarda-chuvas ao invés de canetas, as publicidades oficiais do governo do Estado pregando cidadania se tornam literalmente ridículas. É de péssimo gosto assistir aos comerciais que querem dar  verdadeiras lições de moral à população com esta gestão pífia que o governador nos oferece. Que tal se esta campanha publicitária tivesse começo bem ali no Palácio Paiaguás? Joga limpo, Silval!         

Alunos precisam de guarda-chuva dentro de sala de aula
ENSINO PADRÃO SILVAL

Alunos precisam de guarda-chuva dentro de sala de aula

A chegada das chuvas desnuda o “Padrão Silval Barbosa de Ensino”. Adolescentes estão usando guarda-chuvas em plenas salas de aula para não molhar seus livros e cadernos. As fotos estão sendo divulgadas inclusive nas redes sociais. Uma vergonha para Mato Grosso, sede da Copa e celeiro produtivo do mundo. Governador, saia do conforto do seu duplex e vá até as escolas verificar as condições que o seu governo oferece aos nossos jovens.