PUBLICIDADE
EXCESSOS EM BRASÍLIA

Medeiros alega que segurança o puxou 'de maneira abrupta' durante posse na Câmara Federal

01/02/2019 17h24 | Atualizada em 01/02/2019 17h28

Medeiros alega que segurança o puxou 'de maneira abrupta' durante posse na Câmara Federal

Reprodução

Empossado deputado federal na manhã desta sexta-feira (1), o parlamentar de Mato Grosso, José Medeiros (Pode), foi alvo de uma ação destemperada de servidores da Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados e que limitavam o acesso de visitantes ao local onde ocorreria a solenidade dos novos eleitos.

Mesmo já com o botton que o identificava como um dos 513 deputados da legislatura que finda em janeiro de 2023 no paletó, segundo sua assessoria, Medeiros foi seguro de maneira abrupta por um dos responsáveis pela segurança a ponto de um dos botões de sua roupa ser arrancado.

O deputado afirma que não agrediu nenhum policial, diferentemente do que foi divulgado de maneira distorcida em alguns veículos de comunicação.

Por fim, Medeiros lamentou o ocorrido e projetou a necessidade de mudança. "Se agem assim com um parlamentar imagina o que fazem com as pessoas que visitam o Congresso Nacional? Essa é a casa do cidadão brasileiro e ninguém que trabalha aqui é dono. Nos próximos dias, vou procurar a direção da polícia legislativa da Câmara e abrir uma reclamação para impedir que novos excessos ocorram".

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE