PUBLICIDADE

Déficit apresentado por Mauro Mendes pode abrir embate sobre aumento de duodécimos

06/12/2018 17h25 | Atualizada em 06/12/2018 14h37

Déficit apresentado por Mauro Mendes pode abrir embate sobre aumento de duodécimos

Reprodução/Internet

A apresentação do déficit do Estado pelo governador eleito Mauro Mendes (DEM), na quarta passada, deve abrir uma nova frente de embate com outros Poderes, que recentemente pediram aumento de suas cotas do duodécimo. A estimativa é que em caso de aprovado, as contas a pagar do governo subam na casa dos milhões.

Ao comentar o assunto durante coletiva de imprensa, Mauro Mendes usou um tom duro e disse que assim como Executivo, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública terão que reajustar seus gastos para caber no orçamento. “Apresentamos o déficit de Mato Grosso de R$ 1,5 bilhão para 2019, e isso pode chegar a R$ 10 bilhões se quiserem. A questão é que não tem dinheiro para pagar. Todos terão que fazer seus cortes para adequar orçamentos”.

.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE