PUBLICIDADE
TUDO ACERTADO

Blairo confirma apoio a Sachetti e se nega a falar em governador

Toda turma do agronegócio será apoiada, além de Ezequiel Fonseca. Ele se negou a falar em governador. “Temos três fortes candidatos”

06/08/2018 12h44 | Atualizada em 06/08/2018 16h08

Durante a espera pelo seminário Ferrovias: O Brasil Passa Por Aqui, na manhã desta segunda-feira (06), o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), confirmou seu apoio à candidatura do amigo pessoal e deputado federal Adilton Sachetti (PRB) ao Senado nas eleições de outubro.  

Amigos de longa data, Blairo já dizia há seis meses que o apoio a Sachetti viria independentemente dos rumos tomados pelo seu partido e o do amigo, confirmado candidato na chapa do candidato a governador Wellington Fagundes (PR) nas convenções partidárias do fim de semana.

Perguntado sobre isso, aliás, se o apoio a Sachetti se estenderia a Fagundes, o ministro preferiu tergiversar e afirma que “são três fortes candidatos” ao Palácio Paiaguás, a saber, Pedro Taques (PSDB), Mauro Mendes (DEM) e o ex-colega de partido.

 “Temos três candidatos fortes ao governo, temos uma eleição para presidente que deve ser muito bem observada também. Enfim, nas mãos dos presidentes, governadores, senadores e deputados está o futuro dos próximos quatro anos da nação. Vamos à eleição e espero que vença o melhor”, elocubrou. 

Disse ainda que o objetivo é continuar “na posição de neutralidade”, pelo menos até sair do Ministério da Agricultura. Segundo o próprio Blairo a razão de sua saída da política teria sido a delação de Silval Barbosa que o fez por em xeque a sua vida pública. 

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE