PUBLICIDADE
CADÊ O POLÍTICO?

Ônibus da Prefeitura “compareceu” ao Ato da Chacina do Beco, mas não levou o Emanuel

Não tinha primeira dama, não tinha secretários e nem tinha políticos. Apenas mães das vítimas e apoiadores da sociedade

11/07/2018 16h56 | Atualizada em 11/07/2018 17h24 1 comentario

Ônibus da Prefeitura “compareceu” ao Ato da Chacina do Beco, mas não levou o Emanuel

Juliana Arini

Em época de eleição é natural que figuras políticas “representantes do povo” ou candidatos que estejam querendo entrar neste universo para “trabalhar” e ganhar um bom e alto salário apareça em tudo quanto é evento que a sociedade esteja promovendo.

Infelizmente não é sempre isso acontece, nenhuma autoridade da Justiça, representante da Prefeitura ou do Governo esteve presente no Ato dos 20 anos do crime (impune) da Chacina do Beco do Candeeiro, realizado na noite desta terça-feira (10), na Praça Nosso Senhor dos Passos no Centro de Cuiabá.

Essa ausência pode ser explicada de que forma? A única presença institucional deu-se através do onibus de turismo Cuiabá 300 anos, que rapidamente passou pelo local, mas não parou. 

.

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Thank you for sharing this useful information, I will regularly follow your blog shell shockers

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE