PUBLICIDADE
DELAÇÃO AMEAÇADA

Jornalista 'destrói' delação de Silval e faz críticas contra Janot e Fux

23/09/2017 12h00 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Jornalista 'destrói' delação de Silval e faz críticas contra Janot e Fux

Ilustração

O jornalista Reinaldo Azevedo, que comanda o programa “O É da Coisa”, na rádio Bandeirantes, na capital paulista, comentou nesta sexta-feira (22) o áudio gravado pelo ex-secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia com o ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa (PMDB).

Azevedo, entre os trechos do áudio, cita que na conversa entre Alan Zanatta e Sílvio Corrêa, ocorrida no final de agosto, o então chefe de gabinete de Silval Barbosa revela que o dinheiro que o prefeito de Cuiabá pegou com ele não seria de propina, mas de uma dívida feita com o irmão de Emanuel Pinheiro (PMDB) e que o dinheiro estaria sendo repassado para o empresário Marco Polo por intermédio do prefeito.

Em um momento do áudio, Sílvio diz que a aparição de Emanuel Pinheiro no vídeo está fora de contexto e que ele foi colocado na delação para dar mais visibilidade ao caso.

Reinaldo Azevedo também comentou que Sílvio Corrêa não teria citado em sua delação que é proprietário de um garimpo.

O jornalista ainda disse que os R$ 500 mil que Corrêa terá de devolver à Justiça será pago por Silval Barbosa.

Reinaldo Azevedo faz ainda duras críticas ao ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que fez o acordo de delação premiada de Silval Barbosa e Sílvio Corrêa, e ao ministro do STF, Luiz Fux, que fez a homologação.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE