PUBLICIDADE
AGRESSÃO NO SHOPPING

Empresário agride mulher e fica “impune” por não ter relação afetiva com a agredida

21/09/2017 09h00 | Atualizada em 21/09/2017 14h16

O ato de violência do empresário Zezo Maluf contra a também empresária Camila Piran, ocorrido no sábado, 16, no elevador do Goiabeiras Shopping, reacende a polêmica em torno da violência contra a mulher em todas as suas formas – já que, neste caso, o fato de não haver relação afetiva ou dependência financeira entre o agressor e a agredida faz com que a pena seja atenuada, mais branda – não resultando, por exemplo, em prisão após exame de corpo de delito. Este será um caso que terá sobre si muitos holofotes – por envolver pessoas conhecidas da sociedade – representando na pena determinada pela Justiça, verdadeira jurisprudência aos homens que têm por hábito agredir mulheres, suas ou não. Acompanhemos! 

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE