PUBLICIDADE
SELETIVO

Com salário de até 13 mil, TCE/MT abre processo seletivo

Conforme consta do edital, as vagas serão para pessoas com nível superior

05/03/2018 14h02 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 1 comentario

Com salário de até R$ 13 mil, o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE/MT), abriu processo seletivo para contratar servidores comissionados que deverão atuar no gabinete do conselheiro interino, Luiz Henrique Lima. O edital de abertura foi publicado na edição desta segunda (05.03) do Diário Oficial de Contas (DOC).

Conforme consta do edital, as vagas serão para pessoas com nível superior, nas seguintes áreas: Direito, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas ou Administração. Também serão considerados candidatos com formação em Jornalismo, Letras, Engenharia e outras, cuja qualificação se amolde ao perfil desejado.

“O perfil desejado é de pessoas que tenham excelente capacidade de redigir relatórios, pareceres e outros documentos oficiais; excelente capacidade de pesquisa e análise de dados quantitativos e qualitativos; conhecimento do funcionamento e atuação do Tribunal de Contas; conhecimento das normas constitucionais que disciplinam o controle externo, das normas legais relativas a licitações e contratos e responsabilidade fiscal, entre outras; domínio dos programas do pacote Microsoft Office ou similares; comprometimento com metas e resultados; habilidade para trabalhar em equipe; e compromisso com a observância do Código de Ética do Tribunal de Contas” diz edital.

A carga horária é de oito horas diárias. Conforme consta do edital, atualmente há disponibilidade de um cargo de assessor Jurídico de Conselheiro TCDGA – 2 (R$ 13.283,37), um cargo de assessor de conselheiro TCDGA – 3 (R$ 12.624,22) e um cargo de assistente de Gabinete TCDGA-5 (R$ 5.556,40) e, por motivo de Licença-Maternidade, haverá a partir de junho a disponibilidade temporária de um cargo de assessor Técnico TCDGAS-3 (R$ 10.823,64).

“É importante destacar que, embora os referidos cargos sejam de livre nomeação, não existindo obrigação constitucional e/ou legal de seleção pública, o Conselheiro Substituto optou pela escolha de assessores para seu gabinete mediante um processo público de análise da qualificação técnico-acadêmica e da experiência profissional dos interessados, inclusive servidores efetivos do TCE-MT ou de outros órgãos públicos federais, estaduais ou municipais” diz edital.

As inscrições serão gratuitas e devem ser feitas no período de 06/03/2086 a 13/03/2018, mediante envio de currículo acadêmico e profissional por correio eletrônico ao endereço gab.luizhenrique@tce.mt.gov.br. O currículo deverá indicar um telefone e um endereço eletrônico para contato. Não serão considerados os currículos enviados após 13 de março de 2018.

Segundo consta do edital, serão selecionados para realizarem entrevista pelo menos dez candidatos, cujos currículos melhor correspondam ao perfil desejado.

Quando da realização da entrevista, será solicitada a apresentação dos seguintes documentos: cópia de diploma de curso superior, declaração formal da inexistência de condenação criminal ou de ação penal em curso na Justiça Estadual e Federal, dos domicílios do requerente nos últimos cinco anos, e preenchimento da "Ficha de Inscrição" que será disponibilizada no ato da entrega dos documentos, no gabinete do conselheiro substituto Luiz Henrique Lima – situado no Tribunal de Contas de Mato Grosso, na rua Conselheiro Benjamin Duarte Monteiro, s/n, Centro Político Administrativo, Cuiabá.

“As informações prestadas na solicitação de inscrição, bem como os documentos entregues por ocasião da entrevista, serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a Comissão Examinadora o direito de excluí-lo do processo seletivo por preenchimento incorreto, não atendimento aos requisitos supracitados, bem como em virtude da ausência de veracidade dos dados informados, sem prejuízo de eventual responsabilidade penal” enfatiza edital.

A relação dos interessados que tiverem os seus currículos selecionados será publicada no endereço eletrônico do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, até o dia 21/03/2018. Aqueles que não forem selecionados terão a sua participação encerrada no processo seletivo.

.

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. SIMPLES ASSIM ! NÃO FOI A REINVENÇÃO DA RODA, MAS DEMONSTRA COERÊNCIA E RESPEITO AO DINHEIRO PÚBLICO. QUE TAL, OS DEMAIS CONSELHEIROS E PODERES PÚBLICOS, SEGUIREM ESSE EXEMPLO E TAMBÉM APLICAREM OS PRINCÍPIOS LEGISLATIVOS DA MORAL E DA ÉTICA ???? FOI DIFÍCIL TOMAR ESSA SIMPLES DECISÃO ?

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE