PUBLICIDADE
ORÇAMENTO PÚBLICO

Desenvolvimento Social terá maior orçamento em 2019; Minas e Energia o menor

O governo autorizou o aumento total de despesas (Poder Executivo) de R$ 56 bilhões no próximo ano, para R$ 1,343 trillhão.

Da Redação

Equipe

01/09/2018 08h50 | Atualizada em 01/09/2018 09h02

Desenvolvimento Social terá maior orçamento em 2019; Minas e Energia o menor

Agência Brasil

O governo federal informou nesta sexta-feira (31), na proposta de orçamento de 2019 encaminhada ao Congresso Nacional, que estima o aumento de R$ 50,167 bilhões no limite de gastos dos ministérios no ano que vem. Pela proposta, os ministérios do Desenvolvimento Social, da Educação e da Defesa são os que terão o maior aumento nos orçamentos. Já os ministérios de Minas e Energia, da Fazenda e das Cidades, as maiores reduções – veja nas tabelas mais abaixo.

O aumento de despesas autorizado foi de R$ 75,611 bilhões em algumas pastas, mas outras áreas sofrerão redução de R$ 25,444 bilhões.

O teto de gastos, aprovado pelo Congresso em 2016, prevê que as despesas não podem crescer acima da inflação. O governo autorizou o aumento total de despesas (Poder Executivo) de R$ 56 bilhões no próximo ano, para R$ 1,343 trillhão.

A área econômica do governo informou que buscou, na proposta orçamentária, preservar gastos na área social e investimentos 'estruturantes' na economia. Veja abaixo os ministérios que tiveram limites para gastos ampliados e aqueles que perderam recursos.

Maiores aumentos

Veja na tabela abaixo os ministérios que terão os maiores aumentos nos orçamentos:

Orçamento de 2019: ministérios que terão maior aumento de recursos

Ministério Orçamento atual Orçamento de 2019 Diferença
Desenvolvimento Social R$ 694,792 bilhões R$ 745,258 bilhões R$ 50,465 bilhões
Educação R$ 104,162 bilhões R$ 115,234 bilhões R$ 11,071 bilhões
Defesa R$ 96,085 bilhões R$ 102,884 bilhões R$ 6,799 bilhões
Trabalho R$ 67,271 bilhões R$ 69,740 bilhões R$ 2,469 bilhões
Ciência e Tecnologia R$ 8,541 bilhões R$ 9,838 bilhões R$ 1,296 bilhão
Saúde R$ 127,112 bilhões R$ 128,191 bilhões R$ 1,079 bilhão
Segurança Pública R$ 12,814 bilhões R$ 13,478 bilhões R$ 644 milhões

Fonte: Governo federal

Maiores Cortes

Veja na tabela abaixo os ministérios que sofrerão as maiores reduções nos orçamentos:

Orçamento de 2019: ministérios que sofrerão maiores cortes

Ministério Orçamento atual Orçamento de 2019 Diferença
Minas e Energia R$ 14,980 bilhões R$ 6,747 bilhões R$ 8,232 bilhões
Fazenda R$ 62,330 bilhões R$ 54,969 bilhões R$ 7,361 bilhões
Cidades R$ 9,823 bilhões R$ 7,319 bilhões R$ 2,504 bilhões
Integração Nacional R$ 6,455 bilhões R$ 4,433 bilhões R$ 2,022 bilhões
Agricultura R$ 10,216 bilhões R$ 9,433 bilhões R$ 782 milhões

Fonte: Governo federal

 

Recursos para o censo

A realização do Censo pelo IBGE no próximo ano tem orçamento previsto de R$ 200 milhões, sendo que o órgão tinha solicitado R$ 344 milhões.

Segundo o ministro Esteves Colnago, o governo vai trabalhar, na tramitação do PLOA no Congresso, para aumentar os recursos para essa finalidade. Ou ainda, a suplementação poderá vir da postergação do reajuste de servidores, caso seja aprovada.

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE