PUBLICIDADE
MUNDO

Papa Francisco pede perdão pelas agressões sexuais cometidas na Irlanda por padres católicos

Desde 2002, mais de 14.500 pessoas foram vítimas de abusos sexuais por membros do clero na Irlanda

26/08/2018 13h30 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 1 comentario

O papa Francisco "implorou", neste domingo (26), "o perdão do Senhor" pelas agressões sexuais cometidas na Irlanda por padres católicos, no segundo dia de sua visita ao país.

"Imploro o perdão do Senhor por estes pecados, pelo escândalo e pela traição sentida por muitas pessoas na família de Deus", declarou o papa durante uma visita ao Santuário de Knock, a 180 km de Dublin.

Desde 2002, mais de 14.500 pessoas foram vítimas de abusos sexuais por membros do clero na Irlanda. A hierarquia da Igreja irlandesa é acusada de ter encoberto centenas de padres.

Várias investigações também revelaram práticas ilegais de adoção de crianças nascidas de mulheres solteiras, realizadas pelo Estado irlandês com a cumplicidade da Igreja Católica.

A magnitude desses escândalos explica em parte a perda de influência da Igreja sobre a sociedade irlandesa, historicamente muito católica, nos últimos anos.

"Nenhum de nós pode evitar sentir-se comovido com as histórias de crianças que sofreram abusos, que tiveram sua inocência roubada e que foram abandonadas a dolorosas lembranças. Isso nos desafia a ser firmes e determinados na busca da verdade e da justiça", disse o pontífice.

No sábado (25), em Dublin, o papa falou de sua "vergonha" e "sofrimento" diante do "fracasso das autoridades da Igreja" para enfrentar adequadamente os "crimes hediondos" do clero na Irlanda.

Antes de Francisco, Bento XVI, seu antecessor, escreveu em 2010 uma carta a todos os católicos irlandeses, reconhecendo a responsabilidade da Igreja nos abusos cometidos no país.

FONTE: G1

1 COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE