Quinta-Feira, 19 de Janeiro de 2017
TECNOLOGIA

Apple planeja aumentar produção nos EUA, mas deixa iPhone de fora

Apple pediu autorização para produzir servidor de dados no Arizona.

Apple planeja aumentar produção nos EUA, mas deixa iPhone de fora
 


A Apple planeja aumentar a fabricação nos Estados Unidos, um dos pleitos do presidente norte-americano eleito, Donald Trump. Mas, segundo documentos enviados ao governo do país nesta segunda-feira (9), iPhones e iPads não farão parte da ampliação da produção; o objetivo da empresa é montar servidores de dados. 

Os planos da Apple foram mostrados em um documento enviado pelo escritório de Desenvolvimento Econômico de Mesa, no Arizona, ao governo dos EUA. A cidade abriga uma zona especial, que confere taxas menores de exportação e importação a empresas que se instalarem lá. Uma delas é a Apple, que já produz na região componentes para seus computadores. 

O pedido da Apple, submetido à cidade do Arizona em 27 de dezembro, consiste na ampliação do benefício alfandegários para outras matérias-primas, destinadas à montagem de data centers. A lista possui quase 80 itens, entre os quais transistores, semicondutores e conectores elétricos. 

O governo dos EUA, empresas e outros interessados podem fazer comentários à proposta até 21 de fevereiro. 

A produção de produtos da Apple virou assunto de campanha de Trump. O então candidato prometia aumentar empregos. Ele dizia que os EUA deixariam de perder indústrias e empregos para China e México. Até ameaçava penalizar empresas que quisessem deixar o país: uma de suas principais ameaças era aumentar impostos para quem o fizer ou para quem não empregasse preferencialmente americanos. Chegou a afirmar querer “obrigar” a Apple a fabricar seus produtos nos Estados Unidos. 

Em uma entrevista ao jornal “New York Times”, ele chegou a dizer que pediu a Tim Cook, presidente-executivo da Apple, que seria uma “grande conquista” se a empresa fizesse seus produtos nos Estados Unidos. 

“Eu disse, ‘Tim, você sabe que uma das coisas que seria uma grande conquista para mim é quando eu conseguisse que a Apple construísse uma grande planta nos Estados Unidos, ou muitas grandes plantas nos Estados Unidos, onde, em vez de ir para a China, Vietnã ou para os lugares aonde vocês vão, vocês estariam fazendo os seus produtos aqui”, comentou Trump. 

A Apple produz seus iPhones e iPads em fábricas da Foxconn, que possui plantas na China e no Brasil. Diferentemente do que a fala de Trump dá a entender, a empresa também fabrica em solo norte-americano: a maioria dos Macs Pro e parte dos iMacs. 

Fonte: G1

COMENTAR