PUBLICIDADE
BRASNORTE

MPMT denuncia cinco por morte de jovem que fez símbolo de facção

Elen Nascimento foi atraída por um dos suspeitos, com quem estava se relacionando, até uma quitinete onde estavam três acusados; ela foi amarrada e levada até a zona rural, onde foi morta a tiros

25/05/2022 08h00 | Atualizada em 25/05/2022 08h48

O promotor de Justiça Álvaro Schiefler Fontes denunciou 5 rapazes pelo assassinato da jovem Elen Nascimento Silva, que morreu após fazer um símbolo ligado à facção criminosa PCC no TikTok.



No documento, o representante do Ministério Público de Mato Grosso denunciou Erick Vinicius Colen Felix, 18 anos, Ryan Aparecido Correia da Silva, 21 anos, Ueslen Gonçalves Barros, 26 anos, Mateus Lino Ramos, 22 anos, e Luiz Rafael de Oliveira, 18 anos.

Segundo a denúncia, os jovens mataram a vítima pelo fato de Elen ter feito um símbolo ligado à facção rival dos denunciados, o grupo criminoso Comando Vermelho. Desta forma, conforme o documento assinado no último dia 12, os rapazes agiram por motivo fútil.

O caso



O crime ocorreu no dia 19 de abril, na cidade de Brasnorte (579 km a noroeste de Cuiabá). Na data, a jovem foi atraída por Mateus até uma quitinete onde estavam Luiz, Erick e Ryan - que amarraram a vítima com a ajuda de uma jovem.

Ueslen então foi até o endereço com um carro e levou Elen até uma zona rural do município. No local, Ryan e Luiz deram dois tiros cada na vítima.

A motivação fútil mediante recurso que dificultou a defesa da vítima pesaram na denúncia feita pelo Ministério Público, que pediu a condenação dos denunciados, assim como a indenização dos familiares por danos morais.

FONTE: Gazeta Digital



Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE