PUBLICIDADE
CUIABÁ

Curso de Mediação de Conflitos Escolar 2019 será lançado nesta quinta

O objetivo é sensibilizar os profissionais da educação sobre a importância da utilização da mediação para a solução de problemas de indisciplina.

20/03/2019 09h31 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Curso de Mediação de Conflitos Escolar 2019 será lançado nesta quinta

Reprodução/Internet

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Poder Judiciário e Secretaria de Estado de Educação (Seduc) lançam nesta quinta-feira (21), às 14h, no auditório das Promotorias de Justiça de Cuiabá, o curso de Mediação de Conflitos Escolar 2019. Foram convidados para o evento diretores de 102 escolas estaduais de Cuiabá e Várzea Grande.

O objetivo é sensibilizar os profissionais da educação sobre a importância da utilização da mediação para a solução de problemas de indisciplina, violência entre alunos, intolerância, entre outros conflitos. Durante o evento, haverá o lançamento do edital para os professores interessados na qualificação. Ao todo, serão disponibilizadas 25 vagas.

De acordo com a programação, após a apresentação do projeto de mediação escolar serão realizadas duas palestras. A primeira, com o tema “Mediação de Conflitos Escolar: Um caminho para prevenção da violência no ambiente escolar”, será proferida pela desembargadora Clarice Claudino da Silva e pelo juiz Hildebrando da Costa Marques, presidente e coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC-TJMT), respectivamente.

Já a segunda palestra começará às 15h30 e tem como tema “Violência Escolar na Escola, da Escola e Contra a Escola, e os Influxos do Ambiente Externo: Contribuições para Estratégias de Gestão”. O assunto será abordado pela professora Alianna Caroline Sousa Cardoso, doutoranda em Filosofia pela Universidade Federal de Pelotas e Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Mato Grosso.

1ª ETAPA – Em novembro do ano passado, o Ministério Público Estadual, Poder Judiciário e Secretaria de Estado de Educação certificaram a primeira turma de mediadores no âmbito educacional. Na primeira etapa dois profissionais do MPMT e mais 16 de seis escolas foram capacitados. São representantes das unidades de ensino Prof. Rafael Rueda, Malik Didier Namer Zahafi, Dr. Mário de Castro, Juarez Rodrigues dos Anjos, Padre Firmo Pinto Duarte Filho e Pascoal Ramos.

O curso foi promovido pelo Tribunal de Justiça, com carga horária total de 120 horas, sendo 40 horas de curso teórico e 80 horas de prática, propiciando aos participantes a aplicação prática dos conceitos teóricos que foram aprendidos no curso.

.

FONTE: Assessoria

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE