PUBLICIDADE
PROBLEMAS EM REPASSES

Promotor do MPE investiga irregularidades em repasses à Santa Casa

Ezequiel Borges de Campos quer apurar possíveis valores que não foram repassados ao hospital; Prefeitura e Governo afirmam que pagamentos estão em dia

Allan Pereira

Jornalista

10/08/2018 17h33 | Atualizada em 10/08/2018 17h57 3 comentarios

O Governo de Mato Grosso e a Prefeitura de Cuiabá são alvos de mais uma investigação. O Ministério Público Estadual quer apurar possíveis irregularidades nos repasses à Santa Casa de Cuiabá pelos dois gestores. O inquérito foi assinado nesta segunda (06).

Segundo a portaria do inquérito, o Estado e o Município estariam lhe devendo valores referentes aos serviços prestados pela Santa Casa em 2017 e também aos leitos de UTI's.

O caso se originou após o presidente da Sociedade Beneficente Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, Antônio Preza, encaminhar uma representação ao Ministério. O documento foi assinado pelo promotor Ezequiel Borges de Campos.

Em nota divulgada a imprensa, Prefeitura e Governo explicaram a situação. A primeira afirmou que todos os pagamentos estão em dia, exceto um que está em auditoria por servidores no município. O segundo apontou que não há atrasos e que Santa Casa cobra valores dos quais não tem direito (confira a íntegra da nota ao final da matéria).

Caso seja constatado, as irregularidades configurariam prejuízo a população e poderia provocar lesão ao direito constitucional de acesso à saúde e ao princípio da diginidade humana.

O promotor escreveu que a apuração é a medida para avaliar os fatos e propor medidas que serão eventualmente necessárias para solucionar os problemas encontrados.

Uma cópia do inquérito também foi encaminhado ao Ministério Público de Contas e ao Tribunal de Contas do Estado.

Nota da Prefeitura

Secretaria Municipal de Saúde informa que os pagamentos com a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá estão em dia. No dia 16/07 foram pagos mais uma competência da contratualização, sendo R$ 274.025,67 dos serviços Hospitalares de Alta Complexidade, R$ 247.304,87 dos serviços Ambulatoriais de Nefrologia; R$ 470.900,74 de serviços ambulatoriais de Alta Complexidade. Ao todo foram repassados no ano de 2018 o montante de R$ 30.702.461,24.  A secretaria informa que no final do ano passado e neste ano a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá recebeu de Emendas Parlamentares para custeio o montante de R$ 18.905.732,00 já repassados pela secretaria municipal. A Secretaria informa que o único recurso que ainda não foi repassado foram os Incentivos de IVQ- Índice de Valorização de Qualidade referente às competências Abril e Maio no valor mensal médio de R$ 63.000,00 que está aguardando suplementação Orçamentária. Os Incentivos de IVQ do mês de Março estão sendo pagos na data de 25/07.  As demais solicitações do ano anterior como os leitos de retaguarda que não faz parte da contratualização que está vigente, estão em processo de auditoria do SUS que emitirá o parecer nos próximos dias. Sobre o Incentivo Municipal da Fonte 100 apenas o do mês de maio está em aberto.
 

Nota do Governo

NOTA – SOBRE PLANILHA APRESENTADA PELA SANTA CASA

Em relação ao valor apontado em planilha divulgada pela Santa Casa de Cuiabá, sobre um aporte de R$ 13,7 milhões devidos supostamente há 21 meses, a entidade está cobrando um valor a que não tem direito. Os únicos valores que constam no documento e que são devidos pelo Estado, referem-se à competência do mês de maio para o custei o de leitos de UTI,  cujo prazo para pagamento conforme portaria vai até o final de julho, e a competência de junho, que pela portaria tem vencimento para o final de agosto. Tais valores são repassados para o Fundo Municipal de Saúde de Cuiabá, que faz o pagamento dos serviços contratados junto às unidades hospitalares, incluindo os filantrópicos.

Desde 2015 o governo do Estado também já repassou R$ 22,5 milhões para os quatro hospitais filantrópicos de Cuiabá e um de Rondonópolis, de forma voluntária e emergencial, em virtude da crise financeira que as instituições alegavam estar passando. Tal valor foi repassado mediante portarias em três ocasiões. Cada portaria autorizava o repasse de R$ 7.500.027,00, em três parcelas de R$ 2.500.009,00. A última portaria, de número 150/2017 (DOE 23.08.17), foi publicada após um acordo firmado no dia 17 de agosto de 2017 entre o Estado e os hospitais filantrópicos. O valor que coube à Santa Casa foi de R$ 656.327,89, o mesmo valor que a Santa Casa aponta agora como sendo devido pelo Estado num suposto atraso de 21 meses e que totaliza R$ 13.782.885,69.

A direção da Santa Casa sabe que os valores repassados de forma emergencial foram efetivados somente nas três ocasiões por portaria. A portaria 150/2017 incluiu em anexo cópia da Nota Pública Conjunta na qual o Governo do Estado lembrou que já havia realizado um aporte voluntário de R$ 15 milhões e se propôs a fazer mais um aporte emergencial por um período de três meses (mais R$ 7.500.027,00), o que foi feito com os repasses das parcelas referentes aos meses de setembro, outubro e novembro de 2017. A referida nota conjunta, que deixava claro que as parcelas se referiam a três meses, foi assinada pelos representantes dos hospitais, e que incluiu a assinatura do diretor da Santa Casa de Cuiabá.

3 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. Excellently written article, if only all writtens offered the same level of content as you, the internet would be a much better place. Dissertation Writing Service

  2. Hi, this is james and i want to tell you about our site you about our site here you can find the Hostgator 1 cent hosting Coupon, Interserver 1 Penny VPS Hosting and 99 cent Domain Godaddy service at affordable cost. Visit my website 1 cent hosting here you find all latest hosting deals.

  3. Thanks for sharing these useful information! Create hotmail login account free.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE