PUBLICIDADE
20º PROMOTORIA

MPE quer que PMs indenizem assaltantes; soldado faz post de repúdio

O Circuito Mato Grosso conversou com um dos soldados, que está revoltado com a decisão

Sandra Carvalho

Editora

03/02/2017 09h30 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00 98 comentarios

O Ministério Público do Estado (MPE) ingressou na Justiça pedido de pagamento de um salário mínimo por abuso de autoridade contra quatro suspeitos de assalto a uma concessionária em Cuiabá. Cinco policiais militares são alvos da ação aberta pela 20ª Promotoria de Justiça de Criminal, e podem ser condenados a pagar R$ 880 aos investigados ou prestar dois meses de serviços comunitários.



A audiência de apresentação de caso foi realizada nesta quinta-feira (2) no Juizado Especial Unificado de Cuiabá. Na ação, o promotor Roosevelt Pereira Cursine pede o pagamento de um salário mínimo para cada suspeito envolvido na ocorrência. Caso a proposta seja indeferida, a promotoria requer a realização de serviços à comunidade por um período de dois meses. Cursine entendeu que houve abuso de autoridade na abordagem dos policiais aos três suspeitos de assalto.

O caso ocorreu no dia 17 de outubro do ano passado, quando três homens armados invadiram a concessionária Borges Veículos, em Cuiabá, e renderam proprietários, funcionários e clientes no local enquanto roubavam objetos e uma caminhonete Hilux e fugiram do local em seguida.

Na tentativa de escape, os suspeitos foram perseguidos por duas viaturas da polícia. Durante a perseguição, o motorista da caminhonete perdeu o controle da direção e subiu na calçada.



Com a aproximação dos policiais, os suspeitos sacaram armas e começaram a fazer disparos contra uma viatura da polícia que permanecia na perseguição.  Dois de três suspeitos presos foram baleados.

Manifestação

Em post divulgado em redes sociais, o cabo Rodrigo Ribeiro Leite, responsável pela equipe de policiais que fez a prisão, se mostrou indignado com a decisão do Ministério Público em punir os PMs. No texto, ele narra ação de sua equipe na perseguição e fala em “inversão de valores”. O Circuito Mato Grosso falou com o cabo Ribeiro Leite, que confirmou sua indignação. 

“O Ministério Público ordenou que eu e as outras guarnições paguem um salário mínimo para os bandidos, porque eles foram torturados, que a PM agiu com truculência. Ainda, o bandido que eu consegui pegar, deu nome errado, depois lembrou seu nome no Ministério Público, e o bandido ainda tem credibilidade perante a sociedade? “, disse.

Confira o post na íntegra:

Imaginem só, o que nois PMs sofremos por várias inversão de valores, uma ocorrência padrão, roubo na Borges veículos, elementos invadiram a loja armados e truculentos com as vítimas, estavam os proprietários, clientes e funcionários da loja, foram subtraído vários pertences como anéis, celulares, relógios, documentos, é uma Hilux branca do proprietário. A minha Guarnição escutou no rádio uma Viatura do Cb. Toninho, informando que estava em acompanhamento de uma Hilux branca roubada, e os bandidos bateram a caminhonete e trocou tiro com a guarnição do Cb. Toninho, onde dois dos 4 elementos foram baleados, um na perna, e outro no pé, e uns dos 4 evadiu em direção a Av. do CPA, foi quando a minha Guarnição estava próximo aí eu com a minha astúcia e visão aguçada, consegui ver o outro foragido, prendemos e recuperamos um revólver calibre 38, e logo depois encaminhamos os 3 detidos e um foragido, recuperamos todos os pertences das 7 vítimas, só ficou com o prejuízo foi o dono, pois sua caminhonete os bandidos bateram.

 Aí fui hoje em uma audiência no Jecrim, aí vi uma coisa que nunca tinha visto em 14 anos de PM, O Ministério público ordenou que eu e as outras Guarnições, temos que pagar um salário mínimo para os bandidos, porque eles foram torturados, que a PM agiu com truculência, ainda o bandido que eu consegui pegar, deu nome errado, depois lembrou seu nome no Ministério público, e o bandido ainda tem credibilidade perante a sociedade? O dono da loja levou um prejuízo de quase 20 mil reais para arrumar a caminhonete, todos eles foram torturados psicologicamente, chamados de vagabundos e em todo o momento falavam que iam matar, depois da ocorrência o Ministério Público ordena que os PMs que estavam na ação, indenizam os bandidos? País de inversão de valores.

Como PMs trabalham desse jeito, o que fazer?

Cb. Ribeiro Leite

.


98 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  1. policia militar, voces sabem o que fazer: divulquem o endereço desse excrementíssimo promotor e retirem TODA A SEGURANÇA da area.

  2. Independente de a atitude do promotor estar respaldada ou não na lei, o que fica evidente é o descaso com a situação na segurança! Restou mais que provado que os caras presos eram bandidoooos! Causaram um prejuízo a um cidadão de bem que paga impostos e trabalha honestamente para viver! E, ainda que tenha agido com algum excesso, acho q isso não legítima essa postura do promotor! Nesse momento de caos q estamos vivendo na segurança pública não dá para tratar bandido como inocente e vítima da sociedade não! Sempre gostei do MP, mas para mim, essa atitude do promotor é para aparecer! Com tanta coisa importante para atuar se preocupar com bandido! É a inversão total de valores! Vale ressaltar que agir no estrito cumprimento do dever legal, como o promotor acha q está agindo, não significa justiça!

  3. Eu sou o cabo Ribeiro Leite, e como eu disse, em 14 anos de PM nunca tinha visto isso, em outras vezes já troquei tiro, mais nunca tive que responder algum tipo de transgressão penal, é essa ocorrência foi filmada, e só a guarnição do Cb Toninho que efetuaram disparos contras os Bandidos, acertando um na perna, é mais dois foram presos, um pela minha guarnição, no qual foi encontrado duas armas e recuperados os pertences das vítimas, é o dono da Borges veículos além de sofrer agressão dos Bandidos, ainda teve sua Hilux destruída, que nem se quer a justiça importou em ressarcir a verdadeira vítima que teve um prejuízo de 30 mil reais, mais pra mim que fiz o meu serviço que amo muito fazer, tenho 2 opções, pagar indenização para o Estado, ou não aceitar e ter quer ir no Fórum, no batalhão, no Jecrim, pagar um advogado pra me defender, isso é justo? E o que foi baleado na perna já está solto, virou coitadinho da Justiça porque a perdeu a perna! Responde ai Daniel Carvalho e Waldek Rodrigues

  4. Assustador, revoltante, o descalabro de todo o senso de justiça, que se tornou agora injustiça obviamente!

  5. Tanto o PM como os revoltados da página deveriam ler melhor a manifestação do Promotor e a lei 9.099/95. São inúmeros erros e falas perdidas, especialmente do jornalista, que provavelmente errou bastante por não conhecer a lei, não por ma fé. A lei manda que a primeira providência em qualquer denúncia por crime do juizado (abuso, não tortura) seja marcar audiência preliminar pra tentar resolver sem processo judicial. Ainda, os valores na referida proposta de transação penal segundo a resolução 154 do CNJ é para entidade beneficente, e não pro Bandido. Momento algum os bandidos foram inocentados do roubo ou liberados, estavam presos e um deles ainda está por outro crime. Na referida audiência o policial pode não aceitar a oferta de transação e informa os motivos: não fiz nada! Daí o MP e a Polícia Civil investigam melhor sobre o fato, pra depois decidir se arquiva ou se denuncia por abuso (não tortura). Tal procedimento é corriqueiro e acontece quase diariamente com centenas de pessoas pelo Estado, alguns policiais inclusive. Porém este Policial não entendeu a lei nem a manifestação, não procurou saber sobre o Juizado e saiu fazendo tempestade em copo d'água!! Lamentavelmente causou um pouco de polêmica entre instituições de segurança pública e em alguns da sociedade à toa, sem motivo algum.

  6. Senhoras e Senhores não há inversão nenhuma de valores, tem bandidos em todas as esferas do poder executivo, legislativo e no judiciário, acordem estão levando para o abatedouro e os únicos que pode mudar isso é a gente, tratamento igual, lei dá reciprocidade... Nesse país depois dos 13 anos de governo de lixo desses esquerdopatas Lunáticos apoiados por idiopatas só faltou derrubará última barreira entre o limite dá moralidade e a honra, que é a polícia militar, pois família, religião, educação tudo se tornou um LIXO, uma vergonha... Então #SOMUDASEFORTOMADO!!!

  7. Bolsonaro 2018 ? votem no mito pra mudança dessa palhaçada

  8. O BRASIL ESTÁ UM CAOS !!! INTERVENÇÃO MILITAR JÁ !!!

  9. Se os vagabundos atiraram nos policiais, estes poderiam responder com fogo e mata-los q ainda assim seria legítima defesa... eles estão vivos, então não há q se falar em excesso.

  10. [6/2 13:45] andremarques71luiz: Esse tipo de episódio já passou a ser uma constante no judiciário e no MP. Isso é uma vergonha, pois, os criminosos são enaltecid os e as polícias são taxadas como truculentas, torturadoras e violentas. Isso é uma total inversão de valores, como por exemplo, a audiência de custódia, em que o estuprador, homicida, latrocida etc. , é tratado como vítima de uma sociedade opressora, de um Estado omisso e negligente e de uma família ausente e irresponsável. Inclusive, durante essa já citada audiência, o representante do MP, o juiz e a Defensor público estão proibidos de questionar o pobre profissional do crime sobre sua conduta, as circunstâncias da prática delitiva, os motivos, as consequências advindas do seu ato delituoso e os danos causados a vítima e seus familiares. De outra sorte, os representantes dos órgãos dos direitos humanos, sequer envia mensagens de solidariedade as vítimas e seus parentes. Todavia, aos criminosos o apoio é total, com assistência jurídica plena, aciona o judiciário para que os profissionais do crime e seus familiares sejam indenizados; que recebam auxílio reclusão, cujo valor é superior a um salário mínimo. Isso é uma vergonha; o pior é que a sociedade aplaude e concorda, talvez, inconscientemente, por conta, dentre outras coisas, de um mídia tendenciosa, manipuladora e vendida aos esquerdopatas que estão no ápice dos três poderes. Isso se deve as ideologias comunista maquiadas de socialista, os quais ultizam de sofisma para persuadir e conduzir a massa. Porque, é assim que eles nos tratam e nos enxergam. Senhores, faz-se mister que voltemos no tempo, sobretudo, a partir da década de 1950 em quej ocorreu o auge da revolução cultural; 1962 em que grupos armados comunista que atentaram contra o Estado Democrático de direito pregando o que seria a revolução do proletariado por uma democracia, por liberdade de expressão, imprensa, de opinião, reunião etc., tudo isso com o objetivo implantar ideologias marxista que afirma que a família é criação dos capitalistas e da classe burguesa, em que visa oprimir a mulher e seus filhos. É dizer, prega veementemente a destruição da família e fomenta a ideologia de gênero. Portanto, senhores a sociedade como um todo está germinada de pessoas com esses objetivos, tais como promover a desordem mural, política, social e econômica. Hoje, temos a maior organização esquerdopata do Brasil que é o Foro de São Paulo que tem ramificações na Europa e nos Estados Unidos, a qual tem como instrumentos para conseguir atingir seus objetivos o PT, PSOL, PC DO B dentre outros. Todavia, o que se vê e se percebe atualmente é uma guerra ideológica; provocar o terror na sociedade e depois apresentar uma solução populista e falaciosa; causar instabilidade institucional em todos os poderes, desacreditar a sociedade que o Estado é o verdadeiro e legítimo detentor do poder; que as forças e as polícias são o braço armado da sociedade. [6/2 13:55] andremarques71luiz: Entendo que esse promotor de justiça é mais um, entre tantos, esquerdopatas que estão tentando a força, deturpando os fatos e vitimizando o criminoso e criminalizando os policiais que ainda estão lutando e muitas vezes, dando suas vidas por uma sociedade hipócrita e demagoga. Acordemos senhores enquanto há tempo, pode ser que amanhã seja tarde.

  11. Aparecida Monteiro, a ação dos meliantes e explícita, não tem pq ter uma investigação do MP, o certo é condenar os infratores e condecorar os policiais...

  12. Fabiano: Não há nada decidido, Não sei se você Observou que a Proposta de transação penal feita pelo Promotor(a lei impõe que ele faça esta proposta caso o réu atenda os requisitos para a concessão) dá duas opções aos réus: Ou o pagamento da Prestação pecuniária (que não está explícita que é em favor das vítimas e no caso não temos informação se tem que haver reparação por dano civil) ou a opção de prestação de serviços à comunidade, pois bem, os réus terão além destas duas opções a opção de não aceitarem a proposta de transação penal, e optando pelo prosseguimento do Feito , para que se possível, possam provar as suas inocências. O que vim comentar e protestar é a Posição de publicação da matéria afirmando o que não é verdade,. pois como eu disse a proposta de transação penal pode ser aceita ou não pelos réus e os elementos que temos com o que foi publicado não nos permite ter certeza de que o Ministério Público requereu " Indenização a ser revertida aos Meliantes". SE houve excessos dos PMs com suposta tortura é isso que está se apurando, os PMs ´poderão comprovar suas inocencias, recusando a proposta do MP e se manifestando que querem o prosseguimento do feito para provarem que são inocentes.

  13. Não podemos deixar que a violência comande nosso país de onde quer que ela venha. Vamos deixar um pouco de ser passionais e tomar conhecimento que existe um ordenamento jurídico, e nele não diz que o policial deva fazer o julgamento e arbitrar a pena. Quantas pessoas são presas injustamente, quantos ficam anos cumprindo pena e depois se verifica sua inocência? Imaginemos que algo assim possa acontecer com alguém que tenha algum vínculo conosco. Felizmente existe o Ministério Público como guardião da lei, que pode tanto denunciar os crimes de colarinho branco como também os crimes de violência policial dentre outros.

  14. Sem comentário

  15. Brasil país da hipocrisia. Ao invés de apoiar as forças de segurança não dão moral pra vagabundo. Isso é uma vergonha. Isso é Brasil onde quem faz seu serviço é punido. E bandido tratado como coitado.

  16. Bom. Não tenho "as informações do processo" para fazer juízo de valores. Estamos vendo aqui, apenas uma das "partes", falando a sua visão do ocorrido. Teríamos que verificar se houve "excessos", para tirar uma conclusão se o pedido de indenização é fundado ou não. Pois, se os agentes do estado exerceram apenas o que lhes caibam agir, não tem que se falar em indenização. Mas, se houve excessos, seria perfeitamente normal esta solicitação do MP.

  17. Marcos*: Não há nada decidido, Não sei se você Observou que a Proposta de transação penal feita pelo Promotor(a lei impõe que ele faça esta proposta caso o réu atenda os requisitos para a concessão) dá duas opções aos réus: Ou o pagamento da Prestação pecuniária (que não está explícita que é em favor das vítimas e no caso não temos informação se tem que haver reparação por dano civil) ou a opção de prestação de serviços à comunidade, pois bem, os réus terão além destas duas opções a opção de não aceitarem a proposta de transação penal, e optando pelo prosseguimento do Feito , para que se possível, possam provar as suas inocências. O que vim comentar e protestar é a Posição de publicação da matéria afirmando o que não é verdade,. pois como eu disse a proposta de transação penal pode ser aceita ou não pelos réus e os elementos que temos com o que foi publicado não nos permite ter certeza de que o Ministério Público requereu " Indenização a ser revertida aos Meliantes". SE houve excessos dos PMs com suposta tortura é isso que está se apurando, os PMs ´poderão comprovar suas inocencias, recusando a proposta do MP e se manifestando que querem o prosseguimento do feito para provarem que são inocentes.

  18. Polícia pagando pra trabalhar, só no Brasil mesmo! #bolsonaro2018

  19. Não interessa se o valor deve ser pago aos bandidos ou ao governo. O que acontece de bizarro é porque os policiais receberam essa punição mesmo após terem corrido o risco perderem suas vidas levando tiros, e ao final de seu trabalho ainda ter que aguentar a insanidade de um juiz como esse. Internem esse canalha!

  20. É vergonhoso tudo isso que está acontecendo ai no mato grosso, esse promotor deve fazer parte da quadrilha que fez o roubo e quer ganhar mais algum abirtrando valores em cima dos policiais. Se fosse vocês faria um manifesto público, independente do regulamento disciplinar, leve isso para imprensa, sindicatos, não paguem nada e se recusem a prestar serviços comunitários, pois se isso acontecer irá mostrar que eles estão certos e nós errados, vamos acordar ministério público inversão de valores aqui não, da próxima vez mande seus promotores trocarem tiros com bandidos, mas em vez de levar armas levem o código penal para dialogar com bandidos.

  21. Não sei se você Observou que a Proposta de transação penal feita pelo Promotor(a lei impõe que ele faça esta proposta caso o réu atenda os requisitos para a concessão) dá duas opções aos réus: Ou o pagamento da Prestação pecuniária (que não está explícita que é em favor das vítimas e no caso não temos informação se tem que haver reparação por dano civil) ou a opção de prestação de serviços à comunidade, pois bem, os réus terão além destas duas opções a opção de não aceitarem a proposta de transação penal, e optando pelo prosseguimento do Feito , para que se possível, possam provar as suas inocências. O que vim comentar e protestar é a Posição de publicação da matéria afirmando o que não é verdade,. pois como eu disse a proposta de transação penal pode ser aceita ou não pelos réus e os elementos que temos com o que foi publicado não nos permite ter certeza de que o Ministério Público requereu " Indenização a ser revertida aos Meliantes".

  22. VERGONHA!!!

  23. Temos q começar a nos orgarnizar mos...infelizmente. a coisa vai de mal a pior .

  24. É fim mesmo, eu e minha esposa somos policiais civis em SC, nosso filho também era policial civil e em 08 de setembro de 2015, faleceu em acidente de trânsito dirigindo uma viatura oficial e até hoje à filha de dele de nove anos, não recebeu o seguro de 100 mil, que a família do policial tem direito em receber quando o policial morre em serviço. O Estado alega não ter recursos para pagar, isso é o respeito que se tem com o policial, esse é o valor que vale a vida de um policial e aí querem indenizar Vagabundos é o mesmo.

  25. Olavo de carvalho avisou, tem analfabetos funcionais até no STF fazendo prova e passando...kkkkkkkkkk...tá ai o resultado !

  26. +Ren: Observe o Promotor não mencionou destinação as vitimas e sim se reportou ao cumprimento da resoluaçã 154 do CNJ e o artigo 45, & do CP é mais amplo nao so mencionando o pagamento da prestação pecuniária as vitimas veja; " § 1o: A prestação pecuniária consiste no pagamento em dinheiro à vítima, a seus dependentes ou a entidade pública ou privada com destinação social, de importância fixada pelo juiz,.

  27. ren: o promotor se referiu e se reportou ao cumprimento da prestação pecuniaria nos moldes da resoluçã 154 do CNj: " É possível a destinação de recursos oriundos da aplicação da pena de prestação pecuniária a instituições públicas e privadas que realizem exames de DNA a beneficiários da justiça gratuita, dada a relevância social desse serviço, desde que não haja na localidade abrangida pela unidade gestora entidade com finalidade social ligada à justiça criminal ou execução penal, ante a prioridade destas, a teor do artigo 2º, § 1º e incisos da Resolução CNJ n. 154." b"

  28. Facil resolver isso, pedido de demissao em massa de todos os policias do estado...ai quero ver quem vai proteger o promotor...

  29. +WALDECK RODRIGUES DE MORAES Você está equivocado. Prestação pecuniária é uma pena restritiva de direitos prevista no art. 43, I, do Código Penal. E ao contrário do que afirma, NÃO é revertida em favor do Estado, mas sim da "vítima", como pode ser visto no art. 45, § 1º, do Código Penal. Então, de fato, o MPE está pedindo que os POLICIAIS PAGUEM AOS BANDIDOS.

  30. Vamos devolver o Brasil ais indios e pedir desculpas e #Bolsonaro2018 pra presidente

  31. Matéria com lamentável interpretação Jurídica "EQUIVOCADA" A suposta Indenização não tem nada a ver com os Bandidos e sim como prestação pecuniária que deverá ser revertida ao Estado ou Instituição assistencial, e sendo assim, estarão cumprindo a "Proposta de transação Penal" que por lei o Ministério Público tem que apresentar aos réus(seja quem for) em casos em que a lei prevê. O Título da Publicação está correto, mas não pode ser considerado decisão. Em Juízo quem é autor de uma ação sempre vai "Pedir", Requerer, quem Decide é sempre o Magistrado. Em ações penais Públicas o Titular da ação Penal é sempre o Ministério Público. Pelo que teria havido excesso na atuação dos PMs e se realmente houve abuso de autoridade, isso tem que ser apurado e decidido pela Justiça. Aos Pms acusados cabe a eles exclusivamente aceitar ou não a proposta de Transação Penal e assim se recusarem poderão provar a sua inocência nos autos.

  32. Não esqueçamos do bolsonaro para 2018 e vamos mudar esta cata do brasil. Onde há canalhas em todos os niveis da sociedade.

  33. Inversão de valores. Vamos devolver esse país aos índios.

  34. É isso MP, não vamos fazer aquilo que é nossa função, aos invés de acusarmos os bandido vamos protege-los, o cidadão de bem que se exploda, o povo vai pra rua para defender o MP, para que não seja aprovada a lei de abuso de autoridade para juízes e promotores, o cidadão que se cuide.

  35. Não tem que fazer nada com esses juízes e promotores, mais sim acabar com cada membro da família deles... Assim eles vão sentir o peso de verdade das coisas!

  36. P A L H A Ç A D A !

  37. O poste mijando no cachorro! Brasil uma vergonha mundial

  38. Bando de hipócritas!!!!!!

  39. Bando de hipócritas!!!! Uma hora dessa vão ter o que merecem!!!

  40. País desgraçado por causa de alguns bandidos de ternos que se dizem promotor de justiça. Indignação.

  41. Só pode ser brincadeira isso

  42. Que tal investigar esse promotor, acredito que vai acabar descobrindo alguma coisa errada com ele, ou parentesco com algum desses bandidos, ou com outros criminosos, afinal o que temos visto de juízes, desembargadores e promotores ligados ao crime organizado não está no gibi.

  43. Isso é um absurdo, um abuso de poder por parte do MPE, não estou acreditando nisso. Meu maior arrependimento foi ter saído ad ruas contra a pec que tirava o poder do mp. Esse promotor não ta bem, Juizes a sociedade de bem não aceita uma coisa dessas. Por obisequio, desconsideri isso que o MP ta fazendo, sr o bandido não temer a Policia, meu Deus o que será do povo.

  44. Isso só acontece quando o membro do MP está comprometido com os criminosos.

  45. Isso é inadmissível, pois o Promotor em questão deve estar louco, ou não sabe o que está fazendo! Tenho certeza de que se esse promotor estivesse no local do crime juntamente com as vítimas, com certeza ele não faria isso, esse Promotor deve estar de brincadeira. Já que ele está defendendo os bandidos e condenando a polícia à pagar uma quantia aos marginais que agiram de forma extremamente truculenta perante as vítimas, será que ela também terá a competência para enxergar que as vítimas a concessionária também merecem um reparo por conta do ocorrido? Esses vagabundos que deveriam ter morrido nessa perseguição também devem indenizar as vítimas e também a concessionária, pois houve um grande dano. Mas tenho a plena certeza de que esse Promotor é tão incompetente, que não conhece a igualdade, ou seja, princípio da isonomia, se os policiais militares vão responder por abuso, os bandidos também deveriam responder por tudo, pois incorrem em vários crimes, causando também um grande dano aos outros... Enfim!

  46. Não podemos cruzar os braços e ficar apenas criticando, (manifestações e proteto, exército já! )

  47. O juidiciário e o MP estão acabando com o país. Espero que a violência chegue logo para eles e familiares.

  48. Desse jeito só estão fazendo com que os policiais fação vista grosso para as ocorrência, que país é esse

  49. Esse Promotor deve ser viciado! Ou ter um amante ladrao. Deve ser um fetiche isso. Não é possível.

  50. infelismente hoje em dia o certo e o erado o erado vira santinho tenque enterrar d cabeca p baixo p nao volar mais.

  51. É errado dizer que os juízes pensam que são Deuses. Com certeza nem todos pensam assim, até porque alguns têm certeza que são...

  52. Isso é mais uma prova que o país está nas mãos de bandidos,sem palavras para um absurdo desse.

  53. Esse promotor deve ser pombo sujo, um louco de pedra.

  54. E um absurdo.tinha que demitir esse aloprado .De que Lado ele esta

  55. Que absurdo!!! Que mundo estamos vivendo

  56. Esse promotor é um bunda mole ,, almofadinha de gabinete que nunca foi na favela e não sabe nada do trabalho diário de um policial de rua. Esse promotorsinho é contra a sociedade , pois , da ousadia a vagabundo , e abre precedência pra outras indenizações . Cade que ele pediu indenização aos ladrões para pagar o prejuízo do empresário. Quer saber, esse promotor é pior q os ladrões.

  57. Esse promotor é um bunda mole ,, almofadinha de gabinete que nunca foi na favela e não sabe nada do trabalho diário de um policial de rua. Esse promotorsinho é contra a sociedade , pois , da ousadia a vagabundo , e abre precedência pra outras indenizações . Cade que ele pediu indenização aos ladrões para pagar o prejuízo do empresário. Quer saber, esse promotor é pior q os ladrões. Filho de vadia

  58. Ola, estamos tendo uma pequena mas aparente revolução na política. Políticos e ricaços que ninguém imaginava que iria responder um processo estão sendo presos. Agora chegou a hora do JUDICIÁRIO, temos que mostrar que ninguém está blindado. Um promotor, hoje em dia, tem a certeza que esta acima de tudo, nunca será responsabilizado por nada. Não vou perder tempo falando de juiz... Os DEUSES BRASILEIROS. A esperança que a hora deles vai chegar... Quero ter fe que antes de morrer irei ver um promotor igual a esse dormindo em pé, comendo comida azeda e cagando em um buraco em uma cela. O Brasil está acordando, a hora de vcs vão chegar...

  59. É o crime infiltrado no judiciário

  60. André

  61. Estamos caminhando para uma época em que ficará difícil sair de casa. Hoje os policiais se acham super-herois e acabam fazendo mais do que podem e aí a lei vem e poda atitudes heróicas desses homens e mulheres. Enquanto isso, outros funcionários públicos fazem apenas o básico, de forma preguiçosa, relutante e mal educada, como se fizessem favor para o cidadão. Já policiais vivem na pele o drama de roubos e crimes diversos. Andei numa viatura e eles loucos tentando localizar quem havia roubado meu telefone. Eu ouvia o drama de todos naquele fone que existe nas viaturas. Tenho medo do dia em que os policiais fizerem apenas o básico como todos fazem. Parar de fazer perseguição, parar de vistoriar pessoas nas ruas, parar com blitz e outras intervenções. Apenas fazer o boletim de ocorrência e passar para a Polícia Civil... estaremos ferrados.

  62. caro daniel, a questão não é o processo penal vigente e sim a aberração jurídica e anti-ética. o policial ja esta punido. pois se quiser a extinção do processo deve pagar um salário mínimo e aceitar a culpa ou pagar muito mais a um advogado para dar continuidade ao processo para provar sua inocência. tudo isso por cumprir seu dever. viva a republica dos bananas

  63. deixa esse bandidos morar com esse promotor a dote eles,,,

  64. MANDE ELES PAGAREM

  65. BOLSONARO 2018

  66. Chega de palhaçada!! Valorizem os policiais do nosso país. Aos defensores de vagabundos, quando precisarem de socorro, por gentileza, chamem o Batman.

  67. É uma VERGONHA! Então que o "promotor" promova justiça e também adote as "vítimas" em sua casa !!!!!! Está tudo do avesso! !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  68. Tanto o PM como os revoltados da página deveriam ler melhor a manifestação do Promotor e a lei 9.099/95. São inúmeros erros e falas perdidas. A lei manda que a primeira providência em qualquer denúncia por crime do juizado (abuso, não tortura) seja marcar audiência preliminar pra tentar resolver sem processo judicial. Ainda, os valores na referida proposta de transação penal segundo a resolução 154 do CNJ é para entidade beneficente, e não pro Bandido. Momento algum os bandidos foram inocentados do roubo ou liberados, estavam presos e um deles ainda está por outro crime. Na referida audiência o policial pode não aceitar a oferta de transação e informa os motivos: não fiz nada! Daí o MP e a Polícia Civil investigam melhor sobre o fato, pra depois decidir se arquiva ou se denuncia por abuso (não tortura). Tal procedimento é corriqueiro e acontece quase diariamente com centenas de pessoas pelo Estado, alguns policiais inclusive. Porém este Policial não entendeu nem procurou saber sobre o Juizado e saiu fazendo tempestade em copo d'água!! Causou polêmica entre instituições de segurança pública à toa e sem motivo.

  69. Sem palavras... Os "coitadinhos" dos ASSALTANTES foram torturados. Façam-me um favor! Lugar de bandido, principalmente esses que assaltam a mão armada em plena luz do dia, intimidando e aí sim TORTURANDO o cidadão de bem, todo mundo sabe onde é!!! Devia era levar esse "nobre promotor" junto com eles!!! Falta de vergonha na cara...

  70. Na questão do "abuso de autoridade" sempre tive a concepção de que, tem juíz que às vezes pensa que "é Deus". Só que tem promotor que tem a certeza disso e julga ser "Deus" sem a menor dúvida em situações como nessa total inversão de valores. Sugiro ao "Ministério Público" de Mato Grosso que passe a perseguir os bandidos no lugar da polícia militar. Assim, quero ver os "nobres" promotores acionar eles mesmos para indenizar BANDIDOS. Se foram pegos após cometerem o crime conforme o relato, não são suspeitos, mas sim, BANDIDOS, CRIMINOSOS. Ministério Público de Mato Grosso é uma PIADA.

  71. Isso é uma desgraça para a sociedade! Inversão extrema. Na faculdade de direito parece que está sendo ensinado isso atualmente.

  72. Que vergonha para o ministério público de Mato Grosso

  73. Que merda é essa não é pra prender???Leva pra casa do promotor. Palhaçada viu

  74. Difícil até comentar uma praga destas... Quando os policiais desistirem desta luta aí quero ver como ficarão as coisas...

  75. Quero crer que isto não é sério

  76. Armados ou é política ou é bandidos/bandidos armas que mi proteja amém ???

  77. É inadmissível !!!!!! Não podemos mais aceitar esse judiciário assim!!!!! Sabe porque isso????? Porque esses agentes do judiciário são pessoas de esquerda ....Pessoas de classe média alta....São a favor do errado!!!! Esse Brasil está de sacanagem!!!! Precisamos colocar Bolsonaro no poder é a nossa última luz!!!!!!!

  78. Isso é um absurdo!!!! É o poste mijando no cachorro. É a banana comendo o macaco. A maioria desses juízes e promotores vivem em um mundo de fantasia. Vivem à margem da violencia e da realidade, pois moram em condominio de luxo, andam em carros blindados, frequentam restaurantes seguros e tem seguranças particulares a disposição. SE PRESTARMOS ATENÇÃO NESSES ABSURDOS RECORRENTES NA JUSTIÇA BRASILEIRA, CHEGO A CONCLUSÃO QUE QUEM DEVERIA PROMOVER A JUSTIÇA E/OU FAZER JUSTIÇA, ACABA FOMENTANDO A JUSTIÇA IGUAL AO VAGABUNDO QUE COMETEU O CRIME.

  79. Este é um dos motivos que sou a favor da lei de abuso de autoridade por parte do Ministério Público e do Judiciário. Este é apenas um exemplo do que esses "semideuses" fazem.

  80. O Mistério Público está jogando de qual lado? Da sociedade ou dos Bandidos?

  81. Como dizem, pagamos aos policiais para tratarem bandido com porrada, na bala... Se fosse pra dar carinho, mandava as putas. Se houver justica divina esse promotor vai um dia ficar com um revolver na cabeca e rezar pra que surja um policial com coragem. Pra mim uma pessoa dessa nao vive a realidade dos dias, deve ser um filhinho de papai mimado, que foi tratado com leite em po, e talco no bumbum.

  82. Só tenho uma coisa a dizer. BOLSONARO 2018

  83. Chega a ser uma piada, uma afronta, um escárnio esse pedido do Ministério Público. Lamentável. Por essas e outras que nosso país está esse caos na segurança pública.

  84. Capa não promotorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

  85. Vergonha na cara esse promotor deveria ter , de ta defendendo bandido , guspindo na cara do estado , que vergonha seu promotor , é isso que você chama de promover justiça tenha paciencia você é uma vergomha!

  86. Esse promotor deve trabalhar para alguma facção. É o fim

  87. Bandido querendo indenuzar bandido e foda Brasil

  88. Que pais é esse?? O que esta acontecendo? Inversão de valores? Será que os policiais deveriam pegar os bandidos com luva de seda, perguntar se ele queriam entrar na viatura pedir licença pra colocar algemas???? Estou chocada! E a indenização do carro do cidadão assaltado? E a indenização de todos os pais de família mortos em assaltos? A justiça esta do lado de quem??? Revoltante!

  89. Que pais é esse aonde vamos para...bandido tem mais valor que um cidadão de bem...

  90. Isso é a verdadeira criminalização da atividade policial. Lamentável, desmotivante. Talvez abrirmos mão da abordagem seja o ideal, não da para trabalhar com medo, o de tombar em serviço ou o de ser punido por trabalhar.

  91. Eu não acredito , que depois de um trabalho, que poderia ter levado os policiais a óbito, ainda tem pessoas que vão ficar ,do lado dos bandidos e queiram punir a polícia .#issoéumabsurdo#

  92. Isso é um absurdo!!!! É o poste mijando no cachorro. É a banana comendo o macaco. A maioria desses juízes e promotores vivem em um mundo de fantasia. Vivem à margem da violencia e da realidade, pois moram em condominio de luxo, andam em carros blindados, frequentam restaurantes seguros e tem seguranças particulares a disposição. SE PRESTARMOS ATENÇÃO NESSES ABSURDOS RECORRENTES NA JUSTIÇA BRASILEIRA, CHEGO A CONCLUSÃO QUE QUEM DEVERIA PROMOVER A JUSTIÇA E/OU FAZER JUSTIÇA, ACABA FOMENTANDO A JUSTIÇA IGUAL AO VAGABUNDO QUE COMETEU O CRIME.

  93. Esse promotor deveria ser demitido, ele é pago pra defender a sociedade de criminosos

  94. O dia q a pm cruzar os bracos eu quero ver.

  95. Bandido defendendo bandido só pode !!!

  96. O Mistério Público está jogando de qual lado? Da sociedade ou dos Bandidos? Isso é uma vergonha.

  97. Mais é muita palhaçada,quer dizer que se o bandido matasse o policial ele iria indenizar a familia?duvido muito....

  98. Pois é. Este é apenas um dos vários motivos pelos quais a criminalidade está em alta e não para de crescer. Com o advento da atual constituição Federal, de 1988, também chamada de Constituição cidadã, as forças policiais e o judiciário perderam o respeito enquanto que o criminoso ganhou espaço e apoio e notoriedade. Eis ai um exemplo. O bandido de hoje não respeita a Polícia, a Justiça e não tem medo de cadeia, justamente por isso, ele tem amplo e irrestrito amparo e apoio, dai o abuso e a ousadia da marginalidade. Os muitos privilégios dados ao criminoso, e ações como essa que obriga policiais a pagar indenização a bandido, incentiva mais e mais pessoas a praticar todo tipo de delito, pois, quando ele é preso, assina um tal termo circunstanciado e é liberado. Se for pra cadeia, vai ser beneficiado com os tais famigerados auxilio reclusão, visita íntima (só existe no Brasil), indultos pra tudo, cinco boas refeições diárias, advogados de graça, disponibilizados pelo Estado, por meio da Defensoria Pública, e assim por diante. Se morre na prisão, como aconteceu recentemente em Manaus, Boa Vista e no Rio Grande do Norte, as famílias são indenizadas com valores consideráveis. E a sociedade, que em geral desconhece tudo isso, reclama, e com razão da falta de segurança, mas culpa a policia que diante de situações como essa, não tem muito o que fazer, uma vez que corre o risco de ser preso no lugar do criminoso ou ter que pagar indenização. Não é exagero não, tá ai o exemplo. Muitos outros reclamam do Governo que por sua vez não tem meios para aumentar o efetivo do Sistema de Segurança Pública a ponto de colocar uma viatura em cada esquina; não tem recursos pra construir presídios suficientes para abrigar tantos bandidos, também chamados ‘carinhosamente’ de reeducando, internos e não sei mais o que. Então fica difícil, muito difícil. Com essa atitude vinda de quem deveria contribuir para elevar o grau de punição, vemos que estamos em um beco sem saída.

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE