PUBLICIDADE

Geral - Página 421

Coordenador do Gaeco explica prisão de quadrilha de drogas

Coordenador do Gaeco explica prisão de quadrilha de drogas

  Nesta tarde (27), o coordenador do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Marco Aurélio de Castro, reuniu a imprensa para explicar o “modus operandi” e como conseguiram desmantelar quadrilha acusada de comprar e distribuir drogas para vários estados.   Os integrantes praticavam roubo de carros ou usavam o golpe do Finam -compravam carros financiados que nunca eram pagos- e os levavam para a fronteira com o Paraguai onde eram trocados por drogas, principalmente maconha. Através de uma interceptação telefônica, o Grupo conseguiu identificar e rastrear a quadrilha culminando com a prisão de 14 pessoas e apreensão de 1 tonelada e 112 kg de maconha com integrantes do bando.   João Batista Vieira dos Santos, integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), já havia sido detido na Operação “Novo Cangaço” e voltou a ser preso dia 24 deste mês, juntamente com Antonio Aparecido Nascimento Santana e Ruan Feitosa Pereira. Eles foram abordados numa barreira policial em Rondonópolis (214 Km de Cuiabá) e presos com 240 kg de maconha.João era um dos financiadores da quadrilha.   Na região de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul), divisa com o Paraguai, prenderam Cintia Raquel Rivas Dias, conhecida como “Dama da Erva”, que era responsável pelo abastecimento das quadrilhas que procuravam aquela região além de facções criminosas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná.   Ao todo, foram efetuadas 14 prisões e o bando está sendo acusado de roubo, furto, receptação tráfico de drogas e possivelmente, por lavagem de dinheiro. Essa última acusação dependerá da quebra de sigilo autorizada pelo Banco Central.   Veja o papel de cada um na organização criminosa:   Líderes e FinaAnciadores da quadrilha: João Batista Vieira dos Santos (PCC), Carlos Alberto Pereira e Marcio Marques Tomaz   Traficantes e Apoio Logístico: Juliana Ribeiro de Paulo, Cintia Raquel Rivas Dias (“Dama da Erva”), Luanda Tavares Pacheco e Julio Noel Correa Apoio Financeiro: Julio Cesar Baldoino Pinto   Batedores e Escolta: Leonel Lesmo, Adriano Alves de Souza e Antônio Aparecido Nascimento Santana   Motoristas dos veículos com entorpecentes: Ruan Feitosa Pereira e Cleriel Miranda da Silva   Motorista: David Naves Alves   Por Rita Anibal, da reportagem  

STJ derruba licitação do transporte intermunicipal em MT

STJ derruba licitação do transporte intermunicipal em MT

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu, em caráter liminar, o processo licitatório das linhas de transporte intermunicipal, sob a Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados (Ager). A decisão é do ministro Sérgio Kukina, da Primeira Turma do STJ, atendendo a recurso interposto por vários municípios do Vale do Araguaia liderados por Barra do Garças, por meio de mandado de segurança.

Operação Semana Santa começa à meia-noite desta quinta
RODOVIAS

Operação Semana Santa começa à meia-noite desta quinta

  A Polícia Rodoviária Federal (PRF/MT) iniciará nesta quinta-feira (28), a partir da meia-noite, a Operação Semana Santa. Serão fiscalizados mais de 5 mil quilômetros de rodovias federais em Mato Grosso e o término desta operação será no domingo (31).

Lei que pune crimes virtuais entra em vigor nesta segunda

Lei que pune crimes virtuais entra em vigor nesta segunda

A partir desta segunda-feira (25) entra em vigor a lei que regula crimes virtuais no Brasil. Ela vai punir quem invadir, adulterar ou destruir a privacidade digital alheia. Porém, a nova lei não contempla 75% dos crimes realizados na internet tidos como comuns, entre eles calúnia, difamação e racismo, que sofrem com dificuldade de investigação. 

 Falta de água de qualidade mata uma criança a cada 15 segundos no mundo, revela Unicef

Falta de água de qualidade mata uma criança a cada 15 segundos no mundo, revela Unicef

  Brasília – A cada 15 segundos, uma criança morre de doenças relacionadas à falta de água potável, de saneamento e de condições de higiene no mundo, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Todos os anos, 3,5 milhões de pessoas morrem no mundo por problemas relacionados ao fornecimento inadequado da água, à falta de saneamento e à ausência de políticas de higiene, segundo representantes de outros 28 organismos das Nações Unidas, que integram a ONU-Água.   No Relatório sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, documento que a ONU-Água divulga a cada três anos, os pesquisadores destacam que quase 10% das doenças registradas ao redor do mundo poderiam ser evitadas se os governos investissem mais em acesso à água, medidas de higiene e saneamento básico. As doenças diarreicas poderiam ser praticamente eliminadas se houvesse esse esforço, principalmente nos países em desenvolvimento, segundo o levantamento. Esse tipo de doença, geralmente relacionada à ingestão de água contaminada, mata 1,5 milhão de pessoas anualmente.   No Brasil, dados divulgados pelo Ministério das Cidades e pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento Básico, mostram que, até 2010, 81% da população tinham acesso à água tratada e apenas 46% dos brasileiros contavam com coleta de esgotos. Do total de esgoto gerado no país, apenas 38% recebiam tratamento no período.   Há poucos dias, a organização da sociedade civil Trata Brasil divulgou levantamento que confirma a relação entre a falta de saneamento e acesso à agua potável e os problemas de saúde que afetam principalmente as crianças. O Ranking do Saneamento levantou a situação desse serviço  nas 100 maiores cidades do país, considerando a parcela da população atendida com água tratada e coleta de esgotos, as perdas de água, investimentos, avanços na cobertura e o que é feito com o esgoto gerado pelos 77 milhões de brasileiros dessas localidades (40% da população brasileira).   O levantamento mostrou que a política em “grande parte das maiores cidades do país avança, mesmo lentamente, nos serviços de saneamento básico, sobretudo no acesso à água potável, à coleta, ao tratamento dos esgotos e à redução das perdas de água”.   Os pesquisadores destacaram, porém,  que existe um número expressivo de municípios de grande porte que não avançaram nesses investimentos.   De acordo com os pesquisadores, do volume de esgoto gerado nas 100 cidades, somente 36,28% são tratados, ou seja, apenas nas cidades analisadas, quase 8 bilhões de litros de esgoto são lançados todos os dias nas águas sem nenhum tratamento. “Isso equivale a jogar 3.200 piscinas olímpicas de esgoto por dia na natureza”.   Os órgãos das Nações Unidas revelam que, no mundo, o despejo de 90% das águas residuais em países em desenvolvimento – em banhos, cozinha ou limpeza doméstica – vão para rios, lagos e zonas costeiras e representam ameaça real à saúde e segurança alimentar no mundo.   Pelo ranking da Trata Brasil, o índice médio em população atendida com coleta de esgoto nas 100 cidades pesquisadas pela organização foi 59,1%. A média do país, registrada em 2010, era 46,2%. A boa notícia é que 34 cidades apresentaram índice de coleta de esgoto superior a 80% da população e apenas cinco municípios (Belo Horizonte, Santos, Jundiaí, Piracicaba e Franca) tinham 100% da coleta de esgoto em funcionamento.   Trinta e dois municípios se encontram na faixa de sem coleta a 40% de coleta e 34 cidades têm entre 41% e 80% da cobertura de coleta de esgoto. “Ou seja, na maioria dos municípios analisados ainda está distante a universalização dos serviços de coleta de esgoto”, destaca o estudo.   A análise da organização não governamental destacou que vários fatores influenciam na ocorrência das diarreias, como a disponibilidade de água potável, intoxicação alimentar, higiene inadequada e limpeza de caixas d'água. O estudo mostrou a relação direta entre a abrangência do serviço de esgotamento sanitário e o número de internações por diarreia. De acordo com o levantamento, em 2010, em 60 das 100 cidades pesquisadas os baixos índices de atendimento resultaram em altas taxas de internação por diarreias.   Nas 20 melhores cidades em taxa de internação (média de 17,9 casos por 100 mil habitantes), a média da população atendida por coleta de esgotos era 78%, enquanto nas dez piores cidades em internações por diarreia (média de 516 casos por 100 mil habitantes), a média da população atendida por coleta de esgotos era somente 29%.   Fpnte: Agência Brasil

Polícia investiga tarado que se exibe a crianças

Polícia investiga tarado que se exibe a crianças

  Os primeiros dois casos teriam ocorrido na cidade de Carlinda, a 30 Km de Alta Floresta. De acordo com o que as vítimas passaram à Polícia Militar, o estranho homem de estatura mediana –entre 1,61 a 1,70 metro -, gordo,pele claro, cabelos pretos, cerca de 30 a 40 anos, vai passando normal em um carro –Fiesta prata ou cinza modelo ret – e de repente chama a pessoa, simulando pedir informação.   “Mas quando a vítima chega, para tentar ouvi-lo percebe que a pessoa só está vestida numa camiseta e que na parte de baixo está nu, e ainda fica mostrando suas partes intimas para a pessoa”, comentou informalmente a tenente coronel Maria do Carmo de Roma, comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar. “A gente pede o apoio da população para nos ajudar a identificar esse indivíduo que, por enquanto, ainda não atacou ninguém, mas tem provocado medo”, acrescentou a oficial.   Em Alta Floresta foi registrado um caso na tarde de quinta-feira por volta das 18 horas no setor H, centro da cidade. A vítima seria uma menina de apenas 10 anos. Com o mesmo modo de agir, o motorista pelado a chamou para pedir informação. Quando a garota ouviu realmente do que se tratava, gritou e saiu chamando pela mãe. O homem por sua vez, fugiu novamente.   Fonte: Jornal da Cidade  

Patrulha do Sossego combate poluição sonora no interior de MT
SILÊNCIO

Patrulha do Sossego combate poluição sonora no interior de MT

  A Polícia Militar de Rondonópolis retomou na semana passada os trabalhos da Patrulha do Sossego que tem como objetivo coibir a poluição sonora na cidade, muito comum nas principais avenidas da cidade. Conforme o site Agora MT, a comandante da 2ª Companhia Ambiental de Rondonópolis, tenente Nágila de Moura Brandão Seganfredo, explicou a corporação já iniciou os trabalhos de orientação na cidade sobre o início das atividades e agora começaram as apreensões. Conforme a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), os níveis toleráveis de decibéis váriam de acordo com o horário e local, podendo chegar até 70 decibéis em área de indústria e 55 decibéis, no período noturno, em região onde há residência e comércio. Geralmente os locais onde há um excesso no volume do som contribuem com outros tipos de problemas, como por exemplo, brigas, conflitos entre vizinhos e descaminho de menores no uso de bebida alcoólica ou outra substância. No primeiro dia da ação foi recolhido um veículo, no bairro Cidade Alta, onde foi preso um rapaz e apreendido oito menores. O valor mínimo da multa, para quem for pego cometendo o crime de poluição sonora, é de R$ 5 mil, além de ter o veículo e equipamento apreendido até a decisão judicial. A princípio a Patrulha do Sossego conta com uma viatura da PM, e quatro agentes policiais, sendo dois da Polícia Militar e dois da Polícia Ambiental. As denúncias devem ser realizadas por meio do 190. Fonte: Agora MT

Presos 7 e fechados 10 bares em operação no Nortão

Presos 7 e fechados 10 bares em operação no Nortão

  A Polícia Militar prendeu sete pessoas e fechou aproximadamente dez bares, ontem, na operação "Ordem Pública", em Peixoto de Azevedo (217 quilômetros de Sinop), realizada com apoio do efetivo da região. Quinze soldados foram mobilizados, com auxílio de cinco viaturas e duas motos. Abordagens foram feitas em bares, lanchonetes e possíveis locais onde poderia existir a venda de drogas, além revistas nas ruas e rondas de prevenção.   Um homem, 25 anos, foi um dos primeiros a serem presos, em um bar. De acordo com a polícia, uma porção de substância análoga a maconha foi encontrada com ele. Outras duas pessoas ainda foram presas por porte ilegal de arma branca; uma por receptação de cigarros; uma por embriaguez; uma por resistir em ser revistada e outra por direção perigosa.   Conforme a polícia, o saldo da operação foi considerado positivo. Outra deve acontecer em breve no município.   Fonte: Só Notícias

Carreta de soja pega fogo na BR-163
PERIGO

Carreta de soja pega fogo na BR-163

  Uma carreta bitrem pegou fogo na manhã deste sábado (23.03) no km 82 da BR-163. O motorista do veículo, Joel Rodrigues, seguia de Santo Antônio do Leste/MT para Araucaria/PR, quando foi surpreendido com a fumaça e o estouro de um pneu, onde o fogo teve início, e teve tempo apenas de desengatar o carro. As informações são do site Agora MT, de Rondonópolis. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram atender a ocorrência. Conforme o sargento Assis casos de combustão espontânea podem acontecer e neste caso foi possível conter o fogo, mas a soja transportada foi danificada. A pista ficou interrompida por cerca de 40 minutos até a contenção do fogo, em razão do bitrem estar em uma terceira faixa o fluxo segue normalmente. Não houve feridos no incidente. Fonte: Débora Siqueira      

Homem tenta defender namorada do ex e é morto a facadas
VIOLÊNCIA

Homem tenta defender namorada do ex e é morto a facadas

  Um homem de 52 anos foi morto a facadas na madrugada deste sábado (23) em frente a um bar no Bairro Pedra 90, em Cuiabá. De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), o homicídio foi registrado por volta das 4h. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava conversando com a namorada em um bar, quando o ex-namorado dela chegou ao local e começou a discutir com eles.   "O suspeito estava enciumado por causa dela, pois tinham terminado. A intenção era matar a menina, mas a vítima tentou defender a namorada e acabou sendo esfaqueado", disse o tenente da PM, Jerosino Rodrigues.   Conforme a PM, o homem levou golpes no tórax e na perna direita. A namorada fugiu do local e chamou a polícia. O suspeito de cometer o homicídio fugiu do local, porém já foi identificado pela PM. A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) passa a investigar o caso.   Fonte: G1