PUBLICIDADE
SAIBA MAIS

Há 36 dias sem chuva, São Paulo vive 5º período mais longo de seca

Segundo meteorologista, choveu 35,7% a menos que a média na capital paulista no primeiro semestre de 2018.

19/07/2018 14h36 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

Há 36 dias sem chuva, São Paulo vive 5º período mais longo de seca

Reprodução

Há 36 dias sem chuva significativa, a cidade de São Paulo vive neste ano o quinto maior período de seca da série histórica, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências). A maior estiagem registrada pelo centro ocorreu em 2012 e durou 62 dias.

A capital teve chuva considerável pela última vez em 14 de junho.

Como a previsão para os próximos dias é de que a baixa umidade do ar se mantenha, é certo que o atual período de seca se torne o quarto mais longo da série histórica do CGE, iniciada em 1995 (veja o gráfico abaixo).

A medição oficial é feita pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

“Estamos em um período de seca já prolongado, ainda mais porque tivemos um verão em que choveu pouco e um outono que também ficou abaixo da média”, diz Thomaz Garcia, meteorologista do CGE.

Segundo Garcia, choveu 35,7% a menos que a média em São Paulo no primeiro semestre de 2018 - 527,3 mm entre janeiro e junho, ante uma média de 819,3 registrada pelo órgão.

“O que acontece é um bloqueio atmosférico que está impedindo que as frentes frias avancem”, diz o meteorologista.

Garcia diz que mais estudos são necessários para confirmar se as secas na cidade estão se tornando mais prolongadas.

“Semana que vem esperamos uma queda acentuada na temperatura”, diz o profissional, reafirmando que o órgão não prevê aumento significativo de umidade. “E agosto é um mês complicado, que costuma ser ainda mais seco.”

FONTE: G1

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE