PUBLICIDADE
FÓRUM

Evento discute esporte e lazer para indígenas

Cuiabá sediará o I Fórum de Políticas Públicas de Esporte e Lazer para os Povos Indígenas

Josiane Dalmagro

Chefe de Redação

14/02/2015 14h00 | Atualizada em 30/11/-0001 00h00

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) fará parte da organização do evento, que será realizado ainda este ano, juntamente com o Ministério do Esporte. O evento integra o Projeto Nacional de Políticas Públicas de Esporte e Lazer para os Povos Indígenas, que tem como objetivo subsidiar a Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) do Ministério do Esporte na elaboração de Políticas de Esporte e Lazer para os Povos Indígenas do Brasil. Além disso, o Fórum contribuirá de forma crítica e propositiva com a elaboração de um documento orientador das políticas públicas de esporte e lazer indígena.



Em janeiro o Ministério do Esporte, em parceria com a UFMT, promoveu o Encontro de Mediadores, que reuniu representantes indígenas e não indígenas de todas as unidades da federação com o objetivo de traçar as diretrizes que irão regular o Fórum. A professora Beleni Salete Grando representou a UFMT no evento, que também contou com a presença da professora Andrea Nascimento Everton, diretora do Departamento de Desenvolvimento e Acompanhamento de Políticas e Programas Intersetoriais de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Dedap).

“Para que aconteça essa consolidação, será formulada uma agenda com propostas conjuntas da UFMT, Ministério do Esporte, Saúde, Fundação Nacional do Índio (Funai), Comitê Intertribal (ITC), Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), que servirá como indicador para a escolha de representantes indígenas e não indígenas que possam diagnosticar as demandas e organizar as representações das respectivas regiões-Estados, a fim de ouvir e construir coletivamente uma política de inclusão e participação autônoma das comunidades indígenas ao esporte e ao lazer como direitos sociais”, afirmou Andrea Nascimento.

Leia a reportagem na integra





Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE